Velhoses

Terça-feira, Dezembro 2, 2008

Estes são os Velhoses da Avó Mariana!
São tradição na nossa família, sempre feitos para a noite de Natal, ou quando começa a lembrar esta época natalícia.
Desta vez consegui fotos para uma reportagem completa, que partilho convosco…

Ingredientes:
| 2 kg. de Abóbora
| Casca de Limão
| 2 Paus de Canela
| 1 colher (de chá) de Sal

| 5 Ovos Inteiros
| Raspa e sumo de 3 Laranjas
| Raspa de 2 Limões
| 1 Cálice de Aguardente
| 1 Cálice de Anis
| 1 colher (de chá) de Canela em Pó
| 1 colher (de chá) de Baunilha em Pó (essência)
| 1,5 kg. de Farinha
| 75 grs. de Fermento de Padeiro

Preparação:
Num tacho grande coloca-se a abóbora cortada aos pedaços e enche-se com água quase até a tapar.
Junta-se a casca de um limão, dois paus de canela e uma colher (de chá) de sal.
Deixa-se cozer até a abóbora ficar bem mole e desfeita.

Retira-se os paus de canela e a casca de limão.
Escorre-se muito bem e reserva-se a água de cozedura.
Antigamente colocava-se a abóbora a escorrer durante umas horas dentro de um pano, apertando-se para ficar bem escorrida.
Agora coloca-se num passador de rede e calca-se bem com as mãos.

Coloca-se a abóbora escorrida num alguidar, junta-se os ovos inteiros, a raspa das laranjas e dos limões, o sumo das laranjas, o cálice de aguardente e o cálice de anis, a canela, e baunilha, a farinha e o fermento.
Esta operação é feita com três pessoas (avó, mãe e madrinha).
Uma amassa, outra coloca os ingredientes e a outra segura o alguidar!!!!!

Amassa-se tudo muito bem até despegar do alguidar e ficar enrolada a massa nas mãos.
Se a massa estiver muito dura adiciona-se um pouco da água reservada, da cozedura da abóbora.
Deve ficar uma massa bem elástica, como se mostra:

Tapar o alguidar, embrulhar num cobertor e deixar levedar durante 45 minutos, perto do quente (ao lado da lareira por exemplo).

Fritar em óleo bem quente, deitando colheradas e deixando alourar a gosto:

Deixar escorrer bem:

Fazer uma mistura de açúcar e canela em pó e polvilhar os velhoses:

Prontinhos a provar, acompanhados de um café:

O mérito desta receita é da minha Avó, Mãe e Madrinha.
Foram elas que fizeram tudo!

Print Friendly, PDF & Email
0
20 Responses
  • Isabel Pisoeiro
    Dezembro 2, 2008

    Não conhecia esse nome, que engraçado…
    Adoro esses fritos de natal, são tão bons!!
    A ver se este ano faço alguns destes doces tipicos! Ficaram lindas essas velhoses, parabéns às 3 senhoras!! Beijinhos!

  • Cinha
    Dezembro 2, 2008

    Tás a ver…conforme a zona do Pais muda o nome mas tambem mudam um pouco os ingredientes!!! Olha aqui como te disse chamam-se Bolinhos de Abobora Menina!!! Na maneira de fazer é quase tudo igual mas deita-se açucar na massa(bastante)e não leva nem metade de farinha!!!Mas aposto que são na mesma bons!!! São as nossas tradições e isso é que é giro!!!! Beijinhos.

  • Filipa Leão
    Dezembro 2, 2008

    que saudades das velhoses da minha avó… são tal e qual essas…

  • A art da Carlinha
    Dezembro 2, 2008

    ola!estou visitando aqui o seu blog..amei essa receitinha e obrigada vc sempre coloca tudo detalhadinho..
    vou tentar fazer..

  • Luisa Alexandra
    Dezembro 2, 2008

    Sempre os conheci por Velhoses.
    Se lerem bem a massa não leva nenhum açúcar, só depois para polvilhar.
    Esta é também uma maneira de preservar o modo de como se amassam, à anos que vejo os velhoses serem amassados assim.
    Eu nunca os fiz, tenho sempre quem faça isso por mim, e muito melhor do que eu alguma vez farei!

  • gonçalo s.
    Dezembro 2, 2008

    Que excelente “reportagem”:)
    Parabéns, ficaram com óptimo aspecto.

  • psychic
    Dezembro 2, 2008

    Muitos parabéns às senhoras que fizeram tamanha delícia!

    Aceitam encomendas?? hehehe…

    Jinhos

  • Isabelocas
    Dezembro 2, 2008

    Que bela reportagem,a minha mãe fazia umas parecidas, eu nunca fiz.
    Essas velhoses estão mesmo com um aspecto delicioso ,amararelinhas e fofinhas.
    Adorei .
    Beijinhos

  • ZÉ PAULO
    Dezembro 2, 2008

    Eu não conheço por velhoses, mas sim por filhoses. A minha mãe também costuma fazer mas ainda mete um cálice de aguardente. Tens um blog muito bom, já fiz alguma receitas e ficaram muito boas. Beijos

  • Xana
    Dezembro 2, 2008

    Oi Luisa, sou doida por estes doces, conhecia-os por sonhos e realmente não levam açúcar, porque o k leva no final dão-lhe doce suficiente. Também nunca os fiz, e levam voltas demais para me aventurar, mas adoro 🙂

  • anna
    Dezembro 2, 2008

    Falta a quarta pessoa, eu, para dar umas boas trincadelas nesses velhoses!
    Beijinhos.

  • Kerida Bimby
    Dezembro 2, 2008

    Muito bonitos e com um ar muito guloso, este ano ainda não tinha tido vontade a doces de Natal.. Lá se vai a dieta.. É só imagens de coisas boas, não dá para resistir 🙂 Parabéns às cozinheiras.

  • Mamã Catarina
    Dezembro 3, 2008

    Gostei muito de ler/ver este passo a passo das velhoses! Com todos em família as coisas até se fazem com mais gosto, não é? 🙂

    Beijinhos e boa semana!!

  • Apok@lypsus
    Dezembro 3, 2008

    Em primeiro lugar EU QUERO uma Velhós!!! (é assim que se diz no singular, Luisa?) Mas que tentação…!!!
    Eu conheço é as filhózes… com esse nome nunca tinha ouvido, mas cada terra com seu uso. Mais uma para aprender, mas… 3 pessoas??? Tinha que contratar dois ajudantes e isso ficava-me muito caro!
    É que aqui o meu pessoal gosta muito de ajudar mas… a comer!!!
    Parabéns às senhoras que devem ter puxado bem pelo cabedal… e aos felizardos que comeram essas Velhoses…

  • Maggie
    Dezembro 3, 2008

    Com esta reportagem não há que enganar.
    A família do meu marido que é do centro do país também costuma fazer velhoses. Nunca vi fazer… mas que são bons lá isso são.
    Parabéns pelo pormenor fotográfico.
    Bjs.

  • Luisa Alexandra
    Dezembro 3, 2008

    Apok@lypsus, este género de receitas é engraçado ser feito com muita gente.
    Aproveita-se para pôr a conversa em dia!!!!

    Obrigado a todos pelos comentários!

  • sonia
    Dezembro 3, 2008

    mas que bela reportagem!!parabéns!!
    aqui no alentejo tb se chamam filhozes e levam água-ardente.

  • Margarida
    Dezembro 3, 2008

    Luisa, essas mãos merecem bem essa reportagem fotográfica! Já amassaram muita vida! E, claro, também muitas coisas boas como essas velhoses que aqui se chamam sonhos de abóbora. : )
    Eu gosto bastante!
    Parabéns às 4!
    beijinhos

  • ameixa seca
    Dezembro 3, 2008

    Adoro os fritos de Natal 🙂 Estes velhoses já iam agora ao lanche 😉

  • mesa para 4
    Dezembro 4, 2008

    Uma maravilha tens sorte ainda tens muita familia viva …que bom….aproveita bem…agora manda-me lá uma coisinha dessas hehe…beijinho

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *