Agradecimento

Quinta-feira, Março 17, 2016

Obrigada.

Fiquei emocionada com o vosso carinho transmitido em mensagens que me deixaram aqui no blog, no facebook e em outras redes sociais por ocasião do meu aniversário.

Quarenta anos só se fazem uma vez na vida.

Não posso dizer que foi um aniversário alegre, muito pelo contrário…

O nosso Bartolomeu apareceu, infelizmente sem vida… Foi encontrado por uma vizinha que nos deu o alerta, já não havia nada a fazer…

Estava num terreno muito perto de casa, metido entre umas silvas. Nunca saberemos ao certo o que aconteceu, a verdade é que já não está fisicamente entre nós. Apesar de todos os esforços que fizemos para o encontrar, tudo foi em vão…

O Bartolomeu veio connosco para a nossa casa nova, acompanhou-nos deste o primeiro dia que nela ficámos e fará sempre parte de nós.

Nos momentos de perda reconforta-me sempre ler estas palavras de Antoine de Saint-Exupéry:

 

«Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.» 
O nosso Bartolomeu passou por nossa casa, faz parte da nossa família e para sempre aqui será recordado.
Os seus restos mortais repousam agora no nosso quintal, onde os meus filhos lhe fizeram uma pequena sepultura com pedrinhas e conchinhas.
Acredito que não há coincidências e que tudo acontece por uma razão. É bom quando acontecem coisas boas, mas a Vida não é feita só de coisas boas e temos que saber aceitar também as privações e tristezas que se apresentam no nosso caminho. A nossa Vida é apenas uma passagem, não sabemos quando tempo por aqui estamos e resta-nos apenas aproveitar o melhor que ela nos dá.
Quis o destino que a mãe do Bartolomeu e da Fifi tivesse uma nova ninhada, que nasceu no passado Domingo, dia 13 de Março.
O Bartolomeu e a Fifi têm agora mais cinco irmãos [ainda não dá para ver se são machos ou fêmeas]. Já tinhamos falado com a Virginie, a dona da gata, para nos guardar um gatinho que seria para a minha Mãe, que também quer ter um gatinho em casa. Decidimos que também nós ficaremos com mais um gatinho para fazer companhia à Fifi, que agora sente a falta do irmão… Muito em breve, assim que deixarem de mamar, receberemos cá em casa um novo habitante. Nunca irá substituir o nosso Bartolomeu, mas será uma homenagem viva a ele.
Uma vez mais OBRIGADA a todos.
Desejo em dobro o que a mim me desejaram.
Print Friendly, PDF & Email
5
Sem etiquetas 22 Comentários 5
22 Responses
  • Solana
    Março 17, 2016

    Bonito post! Mesmo!

    um grande beijinho

  • nadia
    Março 17, 2016

    tudo de bom sinceramente é o que te desejo luisa fiquei mesmo triste por saber que ele teve esse triste fim, nem quero pensar quando for o meu oscar nem coragem vou ter para lhe tocar de certo.muita força luisa esse novo irmão vai dar alegrias ai em casa e a fifi que deve de estar a sentir a falta dele.
    beijinhos mais uma vez

  • Lia
    Março 17, 2016

    Ohhh que triste….
    Até me arrepiei toda…
    Imagino a vossa tristeza, em especial a dos meninos…
    Um beijinho e espero que superem da melhor forma possível,
    Lia

  • Vera
    Março 17, 2016

    É a primeira vez que vejo um post que representa a Luisa. Sem publicidades,sem estravagâncias,sem mostrar riquezas…um post para servir de exemplo para muitos outros porque os blogs são essencialmente isto: a parte boa mas também as partes más da vida

  • Cristina
    Março 17, 2016

    Fiquei triste mesmo, igual como se fosse o meu. Coragem e continue a ser como é.

    um grande beijinho.

  • Paula Soeiro
    Março 17, 2016

    Sinto muito pelo Bartolomeu, eu tenho uma cadelinha e ela é tudo para mim , os animais fazem parte da nossa vida e são realmente uns amores, direi até que melhores que nós humanos, beijinho

  • Lucia Alves
    Março 17, 2016

    Li com emoção seu post! Uma grande perda! Força e um beijinho grande!

  • Vânnia Costa
    Março 17, 2016

    Nem sei o que escrever, fiquei com os olhos rasados de água, pela notícia triste e pelas bonitas palavras. A vida tem destas coisas e temos que as aceitar, fica a memória de um gato que foi feliz e bem tratado, e fez uma família feliz. Ainda bem que não fecharam as portas dos vossos corações e aceitaram receber um novo gatinho, é verdade, não vai substituir o Bartolomeu, mas irá ajudar a sarar essa ferida, e com certeza vos dará muitas alegrias. Um grande beijinhos para todos e um especial para a Fifi. <3

  • Susana Matias
    Março 17, 2016

    Ai Luísa, até me arrepiei…

    Sempre pensei que andaria a traz de alguma gatinha…

    um triste final para um gato tão lindo e meigo…

    tenho pena também pelos vossos filhos, mas se Deus quiser, virá um segundo Bartolomeu para alegrar as vossas vidas…

  • sylvie
    Março 17, 2016

    Luísa fiquei tão triste, que no momento em que estou a escrever te este comentário, tenho as lagrimas a cair pelo o rosto a baixo.vivi a “fuga”do teu gatinho como se fosse meu e tu sabes o porquê. Nao leves a mal o meu desabafo.eu infelizmente não encontrei o corpo da minha Pandora. Mas para mim esta sempre no meu coração. Bjs grandes

  • Daniela
    Março 17, 2016

    Tenho uma gatinha em casa que resgatamos da rua em seu primeiro mês de vida. Sei o que vocês estão sentindo. Esta certo que ele se foi e isto é muito triste, mas pelo menos vocês descobriram o paradeiro dele e agora ele tem repouso entre os que o amaram em vida. Bjos afetuosos.

  • Filipa Lemos
    Março 17, 2016

    Adorei as tuas palavras, estou comovida. Também eu tenho uma gatinha em casa e adoro-a de coração.
    Boa continuação 🙂

  • Arsenio
    Março 17, 2016

    Ola Luisa,lamento o que aconteceu c/ vosso gatinho e entao tao tragico oseu desaparecimento….enfim sao assuntos que nos deixa tristes.Mas Deus vos da outro fofinho que vos vais consular,estou certa.
    Luisa meu parabens (embora atrasados) que Deus encha a tua vida com a sua divina luz para mais um ano de vida.
    Sabes que te venho seguindo o teu blog ha tempo,assim como acompanhei o vosso novo lar.Maravilhosa enorme casa,um lindo lar.Felicidades para vos quatro.
    Te segui da Alemanha sabes ?
    A paz de Jesus c/ um bj. Milu

  • Beth Müller
    Março 18, 2016

    Luisa: minha experiência com animais – que amo! – não são muito extensas. posso lhe dizer que já tive que sacrificar duas cachorras e agora estou com a terceira, que está velhinha -12 anos, e não muito saudável. Mas aprendi que meu luto com cada animal meu dura no máximo 2 meses. A partir daí começo a querer outro. Com os humanos que perco, meu luto é muito mais longo! Vc já tem o candidato à substituição do Bartô. Boa sorte com ele e estou contente por sua atitude. Bjs, Beth (Rio de Janeiro)

  • carla ramalho
    Março 18, 2016

    Lindo post e bem sei o que estão a sentir porque também eu já perdi o meu cão, companheiro de todas as horas, que vimos crescer e crescer. Já lá vão cerca de 15 anos e até hoje o recordámos com carinho de vez em quando 🙂
    Nunca se consegue substituir um animal (tal como com as pessoas) mas acredita que o novo membro irá preencher o vazio que vocês sentem e vos trazer também muitas alegrias 🙂
    Beijinhos
    Guloso qb

  • nina
    Março 19, 2016

    Fiquei triste com a noticia…mas é assim mesmo, o novo gatinho não substituirá o Bartolomeu, mas trará com certeza uma nova vida aí em casa!
    Parabéns pelo aniversário (atrasados , mas de coração) e claro pela linda família!
    Nina
    Bom fim de semana
    https://www.facebook.com/cantinhodapartilha/

  • Marta Cunha
    Março 19, 2016

    Sigo o seu blog há muito tempo e nunca fiz nenhum comentário, mas como amante de animais,confesso que fiquei muito triste. Vê-se o quanto gostam dos gatinhos e o quanto eram felizes em vossa casa. Lamento profundamente. Um abraço.

  • Catarina Beltrão
    Março 20, 2016

    Coração grande.

  • Teresa Neves
    Março 21, 2016

    Que pena Luisa, o meu gatinho morreu atropelado ia fazer um ano, ficamos tão tristes que agora passado um ano quando me lembro dele ainda fico com aquele vazio, recebemos um novo gatinho que não substitui, mas sempre animou principalmente os miúdos, nem quero penso se lhe acontece alguma coisa.

  • Costa Virginia
    Abril 1, 2016

    Luísa, há já bastante tempo que não a visitava.
    Mas perguntava-me muita vez, se o Bartolomeu já teria aparecido.
    Foi com grande tristeza, que hoje vi a noticia. Estou mesmo triste.
    Eu tenho uma cadelinha já com 10 anos que é a menina cá de casa.Há pessoas que não acreditam, mas o animal de estimação, faz parte integrante da família, nas alegrias e nas tristezas.
    Um beijo grande.

  • A Vida no Paraíso
    Abril 8, 2016

    Luísa,
    Sinto muito pelo Bartolomeu, compreendo tão bem essa dor, exactamente no dia 14/3 perdemos o Mimo que estava connosco há 18 anos, era mais que um membro da família. Aliás, era mais família que muitos que o são de sangue! Custa muito e dói muito mas é mesmo assim como tão bem descreveu.
    Um beijinho do Paraíso para todos!

    • Luísa Alexandra
      Abril 8, 2016

      É mesmo, partilham o nosso espaço e habituamo-nos a tê-los ali perto de nós sempre, custa depois a partida…

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *