Arroz de Limão • Cigala Sabroz • Bimby [Thermomix]

Sexta-feira, Maio 27, 2016

P1040549

 

Creio que já vos contei que as dúvidas que mais recebo relativamente à Bimby são sobre arroz.

Há quem se queixe que o arroz não coze, ou que não fica com o sabor do arroz feito no tacho, dúvidas acerca de tempo, velocidade e temperatura, dúvidas e mais dúvidas…

Não se enervem, não desistam nem digam mal da vossa vida ou da máquina!

Nesta vida tudo tem solução 🙂 e o arroz então é tão simples de preparar na Bimby que não deve haver dúvidas.

Resumindo:

• Se gostam de fazer um refogado no arroz comecem por este passo. Azeite e um dente de alho no copo da Bimby. Programa-se 7 minutos, vel. 3, temp. 100º.

Os refogados fazem-se sempre em 7 ou 8 minutos, temperatura 100º. A velocidade escolhida irá depender de como querem que fiquem os ingredientes: se for para triturar o alho escolhe-se uma velocidade maior, se for para manter os ingredientes inteiros programa-se uma velocidade fraca ou a colher inversa para não cortar mesmo nada. Eu gosto do alho meio termo. Nem totalmente triturado [para não se enfiar nos buracos do cesto], nem inteiro pois algumas vezes mete-se debaixo das lâminas e depois anda ali a fazer barulho. Assim sendo programo a velocidade 3 ou 4.

O arroz feito com o refogado inicial, para mim, fica com aquele sabor mais caseiro, o sabor que estamos acostumados cá por casa. Não querendo fazer o refogado ignora-se este passo.

• Muitas das receitas de arroz são feitas no cesto. Exclui-se o risotto, arroz de peixe, arroz de frango, arroz de polvo, arroz doce, assim de repente é o que me recordo mas poderão existir mais. Sempre que o arroz é cozinhado dentro do cesto deve escolher-se a velocidade 4. Deste modo a água da cozedura sobe e cozinha o arroz. Velocidades inferiores não terão o mesmo resultado: a água acaba por não subir e depois o arroz demora muito mais tempo a cozinhar. Um arroz normal cozinha em 12-14 minutos, à volta disso. mas, por exemplo, se colocarem a água a ferver no copo da Bimby conseguem reduzir uns minutos à cozedura, pois a água já está quente. Arroz vaporizado demora à volta de 15-18 minutos a cozinhar. Arroz cozinhado directamente no copo utiliza-se a velocidade colher inversa para se manter com os grãos inteiros. Arroz cozinhado em água escolhe-se a temperatura 100º, arroz cozinhado em leite a temperatura 90º [para o leite não subir e sair para fora]. Arroz cozinhado no cesto precisa sempre, mas sempre, de, pelo menos, 8oo gr. de água.

• Tempera-se o arroz a gosto pessoal. Se gostam de usar caldos de tempero coloquem juntamente ao arroz, se preferem sal ou flor de sal a mesma coisa. No caso do arroz doce o açúcar apenas se junta no final da cozedura, senão o arroz não coze.

• Nem sempre o faço, mas por vezes gosto de, já no final da cozedura do arroz, juntar uma colher de sopa de manteiga ou margarina [tipo planta sabor a manteiga ou flora]. Dá um delicioso sabor ao arroz. Fica a dica 🙂

Maus dúvidas que tenham deixem, por favor, nos comentários.

 

Vamos então à receita de hoje 🙂

Com estes dias um pouco mais quentes a maior parte das refeições cá de casa são à base de grelhados.

E para acompanhar grelhados eu gosto muito de preparar um arroz de limão.

Escolhi o Arroz CIGALA Sabroz, uma nova variedade de arroz, 100% natural, que sai sempre no ponto. E assim se mantém mesmo depois de reaquecido. O arroz passa por um processo totalmente natural em que, com a ajuda de vapor de água à pressão, as vitaminas e minerais são absorvidos pelos grãos. Este processo faz com que Cigala Sabroz fique mais firme, sem empapar.

Fica mesmo muito bom e é super fácil de fazer, ora vejam:

 

P1040523

 

Ingredientes:

Arroz CIGALA  Sabroz, usei à volta de 250 gr. [somos 4 pessoas]

| Azeite

| 1 dente de Alho

| 1 Limão pequeno ou 1/2 se for grande

| Flor de Sal

 

Preparação:

No copo da Bimby coloca-se um fio de azeite e um dente de alho.

Programa-se 7 min., temp. 100º, vel.3.

Junta-se o limão cortado em quartos, o que usei era grande por isso usei apenas meio limão, mas ficou com um sabor muito subtil, eu até prefiro quando fica a saber mais a limão.

 

P1040533

 

P1040534

 

Dentro do cesto coloca-se o arroz e tempera-se, eu usei apenas flor de sal.

Coloca-se o cesto dentro do copo [com o limão lá dentro, como se vê nas fotos].

 

P1040532

 

P1040535

 

Adiciona-se então 800 gr. de água [ou um pouco mais].

Programa-se 13 min., vel. 4 inversa [para não triturar o limão] , temp. 100º.

 

P1040536

 

P1040537

 

P1040538

 

Passado o tempo programado o arroz está perfeitamente cozinhado, pronto a ser servido.

 

P1040545

 

Fica com um aroma e um sabor leve a limão, com grelhados de carne é excelente.

Experimentem e contem-me o que acharam 🙂

 

P1040547

 

P1040551

 

Podem encontrar várias sugestões diferentes no site da Cigala, AQUI.

 


Decoração e Suporte da Bimby: http://www.pixie.pt/

Fotos: Panasonic Lumix DMC-TZ70EG-K

Print Friendly, PDF & Email
1
17 Responses
  • sao33
    Maio 27, 2016

    Arroz com sabor a limão nunca comi , mas acho que ia gostar
    Bom fim de semana

  • Ana Costa
    Maio 27, 2016

    Pessoalmente gosto do arroz feito na bimby. Mas é verdade que é preciso dar-lhe alma caso contrário fica sem graça 🙂
    Boa dica Luisa.
    Beijinhos e bom fim‑de‑semana!
    http://www.petiscana.com

  • Ana Costa
    Maio 27, 2016

    Pessoalmente gosto do arroz feito na bimby. Mas é verdade que é preciso dar-lhe alma caso contrário fica sem graça 🙂
    Boa dica Luisa.
    Beijinhos e bom fim‑de‑semana!
    http://www.petiscana.com

  • maria
    Maio 27, 2016

    Eu já fiz e adorei.
    Fica mesmo muito bom
    Beijinhos

  • sandra Palma
    Maio 27, 2016

    Olá, o meu problema é cozinhar o arroz quando se faz outra coisa na bimby, por ex estrogofoff, creio que fazer o arroz ao mesmo tempo será complicado, não?
    Quanto ao arroz de feijao e de polvo ,foram os que já experimentei, ficam uma delícia, obrigada pelas dicas

    • Luísa Alexandra
      Maio 27, 2016

      Sandra, não dá para se cozinhar duas coisas ao mesmo tempo só no copo da Bimby, ao fazer o arroz não dá para se cozinhar mais nada no copo, até porque nem sequer cabe.

  • Ana
    Maio 27, 2016

    Boa noite Luisa Alexandra
    Experimentei a receita hoje para o jantar, o que aconteceu foi que o 1/4 do limão foi esmagado embora tenha posto como indicou na 4 inversa e achámos que o arroz ficou com um gosto amargo. Estava a pensar experimentar outravez mas em vez de por 1/4 do limáo, por só a parte amarela da casca! Que acha?
    Um abraço
    Ana

    • Luísa Alexandra
      Maio 30, 2016

      Ana, pois estas coisas depende sempre do gosto pessoal mas também do tipo de limão que se usa. Os limões que costumo comprar não são muito ácidos, aliás eu adoro comer assim às rodelas 🙂 Mas eu adoro limão! Experimenta com menos quantidade.

  • Mary
    Maio 30, 2016

    Que arroz fantástico!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

  • carla ramalho
    Maio 30, 2016

    Algo que vou experimentar em breve, adoro limão e com grelhados deve ficar mesmo delicioso 🙂
    Beijinhos …
    Guloso qb

  • xana fernandes
    Junho 8, 2016

    ola luisa,eu ainda nao fiz este arroz,mas a minha filha hoje disse-me que ja o fez e tanto ela como o meu genro adoraram,tambem vou experimentar,obrigado e 1 beijinho

  • Maria
    Agosto 7, 2016

    penso que a receita tb era interessante dada para o modo tradicional… sem ser bimby!

    • Luísa Alexandra
      Agosto 8, 2016

      Quando eu fizer esta receita no tacho terei todo o gosto em fazer um post 😉

  • Helga
    Dezembro 5, 2016

    Olá Luisa… tenho uma dúvida … qd queremos fazer o arroz para 2 pessoas, quais as quantidades de arroz/água que devemos usar! Obrigada!

    • Luísa Alexandra
      Dezembro 5, 2016

      Helga depende sempre do que cada um come 🙂
      Eu cá para casa uso uma medida que é um copo. Cozinho um copo cheio de arroz com dois copos cheios de água, é a medida pela qual me guio.

    • Luísa Alexandra
      Dezembro 5, 2016

      Esqueci-me de referir que somos quatro pessoas. Experimenta usar uma chávena ou um copo que tenhas em casa, se gostarem de arroz e comerem bem utiliza uma chávena inteira como medida para duas pessoas, para te orientares lembra-te que o arroz dobra o volume, ou seja se cozinhas uma chávena cheia de arroz crú depois de cozinhado dará para duas chávenas…

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *