Bartolomeu Júnior

Terça-feira, Maio 10, 2016

P1040259-cópia

 

Júnior.

Bartolomeu Júnior.

Ainda não tinha sido o escolhido para fazer parte da nossa família, ainda nunca o tínhamos visto e já tinha o seu nome escolhido.

Carrega com ele a eterna lembrança do Bartolomeu, o nosso querido gatinho que infelizmente faleceu.

São irmãos, ambos filhos da mesma gata, em ninhadas diferentes.

Vem fazer companhia à nossa Fifi Miosótis, também sua irmã, mas que não o recebeu nada bem…

O Bartolomeu Júnior nasceu a 13 de Março e veio para nossa casa a 29 de Abril, já não mamava, a comer muito bem e a fazer as suas necessidades sempre na caixa de areia.

A Fifi não gostou, rosnava-lhe, tentava bater-lhe, andou durante vários dias muito nervosa sempre que o sentia, mas com o passar do tempo e muita paciência agora já o aceita melhor, apesar de ainda não andar a cem por cento. De vez em quando ainda lhe rosna mas tenho esperança que isto com mais uns dias tranquilize 🙂

O Bartolomeu Júnior é muito brincalhão, de aspecto franzino, pêlo curto e matizado, grandes olhos esverdeados, tem sido uma verdadeira animação! Só quer é brincar, anda sempre atrás de nós, adormece ao nosso colo, adora dormir em cima do pescoço da minha filha ou dentro do robe do meu filho 🙂

 

P1040229-cópia

Bartolomeu Júnior no dia em que chegou cá a casa, com um ar muito assustado.

 

 

 

P1040448-cópia

Dias depois já completamente à vontade entre nós 🙂

 

 

P1040318-cópia

 

P1040319-cópia

 

P1040403-cópia

 

P1040404-cópia

Adora dormir aninhado nos donos pequeninhos 🙂

 

P1040411-cópia

 

P1040412-cópia

 

P1040413-cópia

 

P1040435-cópia

 

P1040437-cópia

 

 

P1040349-cópia

Fifi Miosótis amuada no seu canto. Nos primeiros dias em que tivemos o Júnior cá em casa a Fifi escondia-se e ficava horas assim deitada sem querer brincadeira, agora já está a regressar ao normal, mas ainda tem crises de ciúmes!

 

 

P1040357-cópia

E este pequenino branquinho é o Peludinho 🙂

Irmão da mesma ninhada do Bartolomeu Júnior, veio também connosco, mas para casa dos meus Pais 🙂

É uma pequena bola de pêlo, muito amoroso, quando nasceu pensávamos que era fêmea, por isso a minha Mãe comprou tudo em cor de rosa: o cama, a caixa de areia, o arranhador, os brinquedos! Depois no dia em que o fomos buscar é que nos disseram que afinal era macho! Tinha nome de gatinha e tudo, tivémos que alterar 🙂 Mas não importa, é um gatinho super fofo, agora temos gatos por todo o lado!

A minha Mãe passa grande parte do dia sozinha em casa, o Peludinho faz-lhe imensa companhia e sempre que os meus filhos lá vão é uma alegria com tanta brincadeira.

Vou dando notícias de ambos 😉

 

 


Fotos: Panasonic Lumix DMC-TZ70EG-K

Print Friendly, PDF & Email
2
15 Responses
  • sao33
    Maio 10, 2016

    É lindo, a Fifi vai acabar por aceitar.
    Tenho um com 11 anos e á 2 meses adotei uma gata do abrigo onde sou voluntária, ela tem um ano, o meu gato no principio bufava mas agora são grandes amigos andam sempre um atrás do outro .
    Adoram andar á luta em cima da cama ou em cima dos tapetes.

  • Stef Guedes
    Maio 10, 2016

    Oh q lindo o junior,tem ar de brincalhao,acho piada cmo ele se deita c os teus filhos,tao fofo. A fifi c o tempo la se habitua,é normal,ela está á mais tempo na casa,axa-s ela a “dona” e ele um “invasor” vai c o tempo.

  • Liz Martins
    Maio 10, 2016

    Lamento pelo Bartolomeu. Seja bem-vindo Bartolomeu Júnior. Temos um Gaspar, um pouco mais atrevido, que no princípio veio incomodar o Tobias (um siamês, reservado e tímido), que até ficou doente. Na altura tentamos um produto Feliway. Vende-se no veterinário. Em parte, resolveu. Hoje, convivem normalmente, apesar das personalidades muito diferentes.

    A Fifi, sente-se ameaçada e daí a sua reação. Importante, que os afetos sejam de igual para igual, tendo sempre cuidado para não os deixar sozinhos. Uma questão de tempo, até que a Fifi não veja o Júnior como uma ameaça.

    Há já algum tempo que não recebia nada seu. Subscrevi este blog que não conhecia. O seu site antigo ainda existe ?

    Fica bem querida Luísa. Um beijo.

    • Luísa Alexandra
      Maio 10, 2016

      Obrigada Liz. A Fifi tenta isolar-se mas nós andamos sempre de volta dela 🙂 Apesar de, evidentemente, também a deixar fazer os seus amuos, mas vamos sempre agarrá-la e dar-lhe mimos. Mas ela sempre foi muito mais reservada, não é de muitos afectos nem gosta de muitos apertos 🙂 O meu blog passou a ser da plataforma WordPress, agora tudo o que tinha no blog antigo está aqui, é este que deves seguir. Beijinhos!

      • Liz Martins
        Maio 11, 2016

        Parabéns pelo novo Blog. Um design criativo, simples, elegante e muito apelativo. Seguirei, com muito prazer.

        Os gatinhos acabam por se tornar membros da nossa família, até reclamando afetos. É o que se passa com a Fifi, que provavelmente até sentiu o falecimento do Bartolomeu. No nosso parlamento discute-se, agora (já não era sem tempo), que os animais passem de “coisas” para “seres sensíveis”. Não poderia ser mais adequado o termo.

        Fica bem querida Luísa. Beijinhos.

        • Luísa Alexandra
          Maio 12, 2016

          Sem dúvida, só quem tem animais lhes sabe dar valor. É um amor que vai crescendo.

  • Liz Martins
    Maio 10, 2016

    E o peludinho é uma doçura. Parece uma nuvem. Será uma grande companhia para a sua mãe, estou certa.

    Mais um beijo,

  • Teresa M.
    Maio 10, 2016

    São tåo FOFOS! Eu adoro gatos. Gosto muito de toda a bicharada, mas os gatos fascinam-me!
    Tenho 2. O Xavier, que faz 20 anos no proximo mês e a Ritinha que tem 19. Foram ambos recolhidos da rua. O Xavier não recebeu nada bem a Ritinha. Morria de ciúmes dela. Mordia-lhe e não a deixava em paz. A ritinha bufava e escondia-se dele num cesto de revistas. Isto durou menos de uma semana. Rápidamente se tornaram grandes amigos. Já passaram muitos anos e são inseparáveis. Dormem sempre enroscadinhos e quando algum adoece o outro fica inconsolável. Nem quero pensar nisto, mas quando um partir acho que perco os dois e eles já estão tão velhihos…
    As gatas são mais territoriais, mas não tarda a Fifi e o Junior vão formar uma dupla imparável nas brincadeiras

  • Magnolia
    Maio 10, 2016

    Nada a ver consigo Luísa, o novo peludinho é lindo… mas se calhar já ia sendo tempo da dona da mãe dos gatinhos pensar em esterilizar a sua gatinha!! Se soubesse o quanto cada ninhada a prejudica, pensaria 2 vezes.

    Tudo a correr bem com o Júnior! 🙂

  • Filipa Lemos
    Maio 10, 2016

    É muito, muito lindo lindo. Há quem ache os gatos pardos banais, eu acho-os de uma beleza verdadeira! É lindo o que a natureza faz! Eu tenho a Papoila, vai fazer 2 anos este verão e é parda com olhos verdes, a expressão deles parece mais felina e eu adoro! A semana passada trouxemos uma nova amiguinha para a Papoila e no 1º dia andaram desconfiadas, ao toca e foge com uns rosnares. Aos poucos, sobretudo quando a Papoila dormia ao pé de mim e depois chegava a Misty e ficava a dormir perto. Foi assim que se foram aproximando, nas sestas. Agora estão sempre juntas!! A mim fazem-me imensa companhia nas temporadas que estou por casa.

    • Luísa Alexandra
      Maio 10, 2016

      Adorei o nome Papoila, que giro! Nós gostamos muito de gatinhos malhados, apesar de também gostar deles brancos ou pretos, gostamos de todo o tipo de gatos!

  • Lia
    Maio 11, 2016

    Que fofura!!!
    São tão lindos!!
    felicidades para o Júnior.
    Um beijinho,
    Lia

  • mMrta
    Maio 13, 2016

    Parabéns pelo novo membro da família. Temos uma kika igualzinha, com 6 anos, que retirámos de um abrigo já adulta. Há 2 anos adotámos a mimi, uma gatinha branca com 2 mesinhos… a kika também bufou e amuou, mas depois assumiu um papel de mãe e protetora, o que foi muito importante para a pequenita não fazer asneiras. Hoje são grandes amigas.

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *