Bacalhau da Islândia no Forno com Cebola, Azeite e Alho

Quarta-feira, Novembro 29, 2017

 

 

Aceitei o desafio de preparar cá por casa uma receita com Bacalhau da Islândia, que podem ficar a conhecer melhor através da sua página de facebook

https://pt-pt.facebook.com/bacalhaudaislandia/

 

O enorme Bacalhau da Islândia que recebi, depois de demolhado, ficou com uns lombos bem generosos, ideais para preparar no forno, ora vejam lá se não está fantástico:

 

 

 

O Bacalhau da Islândia é proveniente de fontes sustentáveis, que asseguram a manutenção dos stocks no longo prazo, e certificado em toda a cadeia, desde que é pescado até à mesa dos consumidores.

Para demolhar o bacalhau da Islândia cá por casa o que fazemos é deixar durante dois a três dias [dependendo do tamanho] já cortado em postas, dentro de um grande alguidar com água fria. Até o costumamos deixar na rua, tapado com um pano, mas pode colocar-se no frigorífico. Tem o cuidado de se ir mudando a água várias vezes, eu faço-o três vezes por dia, e deixar sempre a pele voltada para cima, deste modo o sal em excesso da salga vai cair para dentro de água, deixando o bacalhau no ponto certo de sal.

Irá depender também do gosto de cada um, existem pessoas que apreciam o bacalhau mais salgado, outras nem por isso, por aqui somos meio termo. Sal que baste 🙂 Como este bacalhau era bem grande ficou três dias a demolhar.

Quando estiver pronto a ser confeccionado preparam-se então as postas como se queira, o excedente pode congelar-se e fica pronto a ser consumido noutra refeição.

Para esta receita optei por escolher o que realmente se gosta de comer no Natal. Somos uma família tradicional, contudo o vulgar bacalhau cozido com couves e batatas não agrada a todos 🙂

Faz-se por isso algo que todos gostem, mas que mantenha o espírito Natalício, que tanto gostamos.

 

Ingredientes:

| Bacalhau da Islândia demolhado, usei postas altas

| Azeite

| 4 dentes de Alho

| 1 Cebola grande

| Mistura de 3 Pimentas [moído na hora]

| Tomilho

| Salsa fresca para polvilhar [opcional]

 

Acompanhamento:

| Couves

| Batatas

| Ovos

 

Preparação:

Num pirex de forno coloca-se uma camada de cebola descascada, lavada e cortada em rodelas.

Junta-se os alhos picados e rega-se com azeite.

Leva-se a forno pré aquecido a 190º durante uns 15 minutos, para cozinhar a cebola de modo a que no final fique bem douradinha [pois o bacalhau da Islândia cozinha depressa…].

Retira-se o pirex do forno e junta-se as postas de bacalhau da Islândia.

Tempera-se com pimenta moída e tomilho [ou oregãos],, rega-se com o molho do pirex e leva-se novamente ao forno durante mais uns 20 a 30 minutos.

Quando o bacalhau da Islândia estiver cozinhado a gosto retira-se e serve-se.

O tempo de cozedura depende do tamanho e da altura das postas do bacalhau da Islândia, se forem postas altas demora mais tempo a cozinhar, se forem postas mais baixas cozinha em menos tempo, é sempre bom ir verificando.

No final polvilha-se, a gosto, com salsa fresca picada.

Acompanha com couves e batatas cozidas e ainda com ovo cozido.

Cá por casa é uma refeição de Natal 🙂

 

 

 

 

 

 

 

 

#BacalhaudaIslândia

 

https://pt-pt.facebook.com/bacalhaudaislandia/

Print Friendly, PDF & Email
7
4 Responses
  • Mary
    Novembro 29, 2017

    Gosto tanto de bacalhau,….e tantas refeições que se podem preparar com ele,…
    Beijinhos,
    Hoje post novo no meu blog aqui:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

  • Luísa Azevedo e Silva
    Novembro 29, 2017

    Luisinha,
    Que bom aspecto! Foi a tua mãe que fez?
    A ideia de levar primeiro a cebola a cozinhar sozinha é novidade para mim. Vou experimentar, obrigada pela sugestão!

    • Luísa Alexandra
      Novembro 29, 2017

      A cebola demora mais tempo a cozinhar do que o bacalhau, este foi cozinhado mesmo depois de demolhar, nem sequer foi congelado.

  • Maria da Graça
    Novembro 29, 2017

    Deve de ser excelente, obrigada 👍🌷

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *