Robalo Escalado no Forno com Batatas e Cogumelos

Segunda-feira, Janeiro 15, 2018

 

 

 

 

 

Um bom peixinho, daquele com lombos suculentos, faz sucesso cá por casa!

Com as temperaturas baixas e as noites bem frias, a preparação no forno torna-se a mais adequada. Além de aquecer a casa, as refeições de forno tem um conforto fantástico 🙂

A sugestão que hoje vos apresento é muito simples: um robalo, eu gosto de comprar daqueles grandes e com lombos generosos, acompanhado com batatas e cogumelos.

Para este tipo de refeição eu gosto de colocar papel de alumínio a forrar o pirex, para depois ser mais fácil de o lavar.

Sempre que coloco fotos a mostrar isso aparecem comentários com o “alerta” de que o papel de alumínio é prejudicial à saúde e coisas do género que sinceramente é daqueles mitos que as pessoas ouvem e fixam como lei. Evidentemente que cada um cozinha da maneira que quer. É o que faz viver num País livre, em que cada um pode escolher o que acha melhor. Se eu gosto de cozinhar com papel de alumínio respeitem isso. Não sou pessoa de dar sermões ou de andar aqui no blog a defender com unhas e dentes as minhas opções, no entanto também não tenho feitio para receber críticas sem fundamento, só porque sim. Se não querem cozinhar com papel de alumínio, não o façam. Mas por favor não me venham para aqui com conversas da treta e a querer trazer a Boa Nova porque chegaram ao sítio errado 😉 Só me lê quem quer, só segue as receitas que eu aqui coloco quem quer, sintam-se à vontade para discordar mas com argumentos válidos, comentários sem fundamento e com críticas despropositadas não são publicados pois o blog é meu e eu tenho a liberdade de escolher o que quero publicar 🙂

Posto isto, que realmente não é costume meu dar este tipo de explicações, mas achei por bem esclarecer bem as coisas pois já adivinho o que para aí vem, vamos então à receita 😉

 

Ingredientes:

| Robalo, usei um grande, que pedi na peixaria para ser escalado e já pronto a cozinhar

| Batatas

| Cogumelos, usei 2 grandes

| Azeite

| Oregãos

| Flor de Sal

| Pimentão Doce em Pó

| 1 Cebola

| 2 dentes de Alho

| Alho granulado

 

Preparação:

Começo por cozinhar as batatas, que são o mais demorado para ficar no ponto.

Num pirex coloca-se uma camada de cebola picada, dois dentes de alho picados, as batatas em rodelas ou gomos.

Tempera-se com um pouco de pimentão doce em pó, orégãos, flor de sal e um fio de azeite até ligar tudo bem, misturando todos os ingredientes.

Leva-se a forno pré aquecido a 200º, usei com resistência de cima e de baixo.

Passado uns 15 minutos retira-se, vira-se as batatas, adiciona-se os cogumelos [usei inteiros], que se regam com o molho formado no pirex, e volta a levar-se ao forno para terminar de cozinhar, durante mais uns 15 minutos.

Noutro pirex coloca-se o peixe que se tempera com alho granulado, flor de sal, oregãos e azeite.

Leva-se também ao forno. Cozinho-o sempre com a pele virada para baixo e não o viro, pois como é cozinhado escalado cozinha bem assim.

Quando estiver no ponto retira-se e serve-se:

 

 

 

Como podem ver o peixe fica bem suculento, mesmo bom!

 

 

 


Hotpoint / Whirlpool

Print Friendly, PDF & Email
15
17 Responses
  • Claudia
    Janeiro 15, 2018

    Rica ideia, vou fazer para o jantar 👍😉

  • Luísa Azevedo e Silva
    Janeiro 15, 2018

    Bom dia 🙂
    Que rico peixinho!
    E essa receita de batatas no forno, já é habitual cá em casa, nunca desilude! Hei-de experimentar os cogumelos, também.

    Eu também cozinho imenso com papel de alumínio, há muitos anos e em muitas situações, é uma grande ajuda. Mas só recentemente descobri que o lado brilhante é o que deve ficar virado para os alimentos, se queremos potenciar o calor, na confecção como é o caso desta receita, ou para manter quente enquanto for preciso, já fora do forno. Se for para impedir que se queime algo no forno, deve cobrir-se o alimento com o lado baço virado para ele.
    Enfim, fica a informação de alguém que sempre se interrogou porque havia o papel de alumínio de ter um lado brilhante e outro baço 😉
    Beijinhos do Magoito hoje com sol e boa semana, Luisinha!

  • Mary
    Janeiro 15, 2018

    Às vezes não consigo perceber até onde vai a mentalidade de certas pessoas,…eu acho que quem quizer visitar um blog (qualquer um que seja) visita e quem quizer experimentar as receitas do autor do blog, experimenta,….agora andar a criticar e colocar comentários anónimos, só demostra aquilo que são,…pessoas invejosas.
    Se não querem e não gostam, que não visitem os blogs,….ou não comentem, só por comentar!!
    Que bela refeição Luísa, adoro Robalo,…
    Bom Ano 2018,…
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

  • M Gisela
    Janeiro 15, 2018

    Adoro peixe no forno, faço muitas vezes, o teu ficou 5 estrelas, beijinhos

  • Fatima Lopes
    Janeiro 15, 2018

    Que bela refeição Luísa!
    Ainda ontem fiz entrecosto no forno e lá estava a bela folha de alumínio para ajudar e proteger o tabuleiro!
    Obrigada.

  • Rosa Santos
    Janeiro 15, 2018

    Alexandra, em primeiro o seu peixe está com um aspecto divinal, asa batatas também. Mas como tenho imensa dificuldade em comer peixe fresco, é robalo ainda menos fiquei a babar. Moro na Holanda e certos tipos de peixe são difíceis de encontrar.
    Quanto ao alumínio também uso muitas vezes e nunca me lembrei de fazer como você, porque para lavar poupa realmente imenso. Quanto aos comentários, as pessoas deviam se limitar e respeitar o que cada um faz com a sua alimentação e o que utiliza para confeccionar. Beijinhos
    http://www.opecadodagula.com

  • Carmen Carreira
    Janeiro 16, 2018

    Olá Luísa, antes de mais quero dizer que adoro o teu blog (com ou sem folha de alumínio), o peixinho parece uma delícia, embora não goste de robalo irei experimentar esta receita com outro tipo de peixe, talvez cavala ou até mesmo com carapau, de certeza que irá resultar. Nunca tinha pensado em forrar os tabuleiros com folha de alumínio para facilitar depois a lavagem, mas obrigada pela dica, e agradeço também a Luísa Azevedo pela explicação de como utilizar a folha de alumínio, realmente não tinha conhecimento de para que servia o lado opaco e o brilhante da folha, eu punha de qualquer maneira e feitio… Quanto aos mais cépticos relativamente a folha de alumínio ser prejudicial a saúde, só tenho a dar um conselho, deixem de ir a restaurantes, ou quando forem perguntem se usaram folha de alumínio na confecção, porque é o truque mais utilizado nas cozinhas dos restaurantes para não queimarem o comer e para os manterem quentes e suculentos… Luísa Alexandra, continua com o bom trabalho que tens feito até agora, eu cá estarei para aprender coisas novas e por em prática as tuas dicas. Terei todo um prazer em te conhecer um dia. Beijo grande. Carmen

  • Stef Guedes
    Janeiro 16, 2018

    Por acaso nunca punha folha de alumínio, nunca me tinha ocorrido, mas desde que vi os teus posts tenho colocado e realmente ajuda depois na limpeza.

    Humm adoro robalo, mas cogumelos assim nunca experimentei, tenho que fazer.

    Bjinhos

  • Lurdes Calado
    Fevereiro 1, 2018

    Obrigado pelas suas receitas são simples e excelentes continue enviando, que faço questão de as fazer tb
    Felicidades

  • Zélia Plácido
    Fevereiro 17, 2018

    Olá Luísa, estou fã e obsecada pelos seus vídeos e tudo e tudo. Adoro limpar, arrumar e cozinhar e ir às compras… (consigo) fantástico. Continue assim (o que vem de trás não nos atinge. Bjcas.

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *