Bolo de Iogurte com Kéfir, Óleo de Coco e Farinha de Espelta

Domingo, Junho 3, 2018

 

Cada vez mais se divulga e se encontra com mais facilidade à venda produtos «diferentes».

Eu chamo-lhes «diferentes» apenas porque são produtos que, apesar de já existirem há algum tempo, só recentemente se conseguem comprar com mais facilidade em supermercados. Até à algum temp atrás eram quase exclusivos de lojas especializadas, tipo o Celeiro, ou ervanárias e lojas de produtos naturais. Hoje em dia os supermercados e hipermercados já tem uma secção dedicada a este tipo de produtos biológicos e, supostamente, mais saudáveis.

E digo supostamente pois as coisas estão constantemente a mudar. O que hoje é dado como saudável estou certa que daqui a uns anos já não será bem assim, prova disso é toda esta revolução que a alimentação tem vindo a ter ao longos dos anos.

O leite que eu cresci a ouvir dizer que era saudável e que todas as crianças deviam beber hoje existem ideias muito contraditórias acerca dele. O mesmo se passa com os iogurtes e todos os derivados…

O pão que sempre foi essencial na nossa alimentação hoje em dia é posta em causa o seu benefício na nossa saúde…

Até mesmo a fruta! Hoje em dia acho que só se considera «saudável» a maçã e o abacate!!!!

Enfim…

Eu sempre comi de tudo um pouco e sou apologista disso mesmo.

Nunca entrei em radicalismos de nenhuma espécie, muito menos alimentares, mas é claro que respeito as escolhas de cada um 🙂

Tal como faço questão de deixar bem claro que as minhas escolhas também devem ser respeitadas 😉

Eu aqui no meu blog vou mostrando o que cozinho aqui por casa, tanto aparecem bolos feitos com farinha de trigo, que é mesmo o que mais uso, como aparecem bolos feitos com outros tipos de farinhas diferentes, apenas porque gosto de experimentar novos ingredientes. Não quer com isso dizer que seja radical com alguma coisa, que isso fique bem claro 😉

Bem, o bolo de hoje então foi feito com vários ingredientes «diferentes», e que evidentemente podem ser substituídos.

Usei farinha de espelta, óleo de coco e iogurte de kéfir e gostei bastante do resultado final.

Prova de que com bom senso se consegue comer de tudo um pouco, sem extremismos, sem alaridos.

O que hoje é considerado «bom», amanhã já pode não o ser, é a constante evolução da humanidade…

 

Ingredientes:

| 5 Ovos

| 120 gr. de Açúcar

| 1 pitada de Flor de Sal

| 60 gr. de Óleo de Coco

| 100 gr. de Iogurte, usei de Kéfir que é muito líquido

| 200 gr. de Farinha de Espelta

| 1 colher [de sobremesa] de Fermento em Pó

| 3 colheres [de sopa] de Chocolate em pó

 

Preparação:

Bate-se bem os ovos com o açúcar e uma pitada de flor de sal para intensificar os sabores, até se obter uma mistura nem espumosa e fofa.

Junta-se o óleo de coco, o iogurte [este que usei é muito líquido…], a farinha e o fermento.

 

 

 

 

 

Envolve-se tudo sem bater em demasia.

Retira-se metade da massa e reserva-se.

À restante metade que ficou na taça da batedeira junta-se 3 colheres de chocolate em pó e envolve-se.

Se acharem que a massa com chocolate está muito dura pode adicionar-se mais um pouco de iogurte.

 

 

 

Unta-se uma forma com margarina e polvilha-se com chocolate em pó, já mostrei AQUI como costumo fazer.

Deita-se as duas massas, alternando de modo a que fique um bolo matizado.

Leva-se a forno pré aquecido a 200º, no meu forno HotPoint escolho a função resistência de cima e de baixo.

Cozinha durante uns 20 minutos ou o tempo suficiente para, ao fazer o teste do palito, este sair seco.

Retira-se e desenforma-se.

 

 

Visto que o bolo foi usado para um aniversário polvilhei-o com açúcar em pó para ficar mais elegante.

O «topper» do bolo encomendei AQUI.

 

 

 

 

 

 

 

 


 

goo.gl/dYj5a1

 

 

 

Print Friendly, PDF & Email
8
2 Responses
  • Caetana
    Junho 3, 2018

    Muito interessante! Fácil e decerto saboroso!

  • Bárbara Clara Brito
    Junho 3, 2018

    Que belo bolo.
    Eu encomendei um topo assim para o meu aniversário mas perdeu se pelo caminho. Ainda não chegou. 🙁
    Em relação aos alimentos “ditos bons agora” eu uso como forma aliada à dieta, principalmente aqueles que são menos calóricos mas o meu caso é diferente pois venho de uma familia de obesos, e eu se me descuido volto novamente para onde vim e não quero. Foi muito trabalho a eliminar os 50 kg de excesso.

    Beijinhos,
    Clarinha
    https://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.com/

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *