Gatos [Cuidados, Alimentação, Brincadeiras…]

Sexta-feira, Março 29, 2019

 

Um pequeno vídeo em que falo um pouco acerca dos meus gatos 😉

Além da Fifi Miosótis e do Bartolomeu Júnior, que são os gatos cá de casa, também temos o Peludinho e a Pipoca, os gatos dos meus Pais que, por vezes, ficam cá por casa.

Uma verdadeira animação ter quatro gatos em casa!!!!

 

Vocês também gostam de gatos?

E tem algum em casa?

Contem-me tudo, como se chama?????

Print Friendly, PDF & Email
16
13 Responses
  • Julio Roque Carreira
    Março 29, 2019

    Lindos Gatos
    Párabéns
    Julio Carreira

  • Maria Fradique
    Março 29, 2019

    Olá Luísa. Também sou fã de gatos. E os seus são muito fofinhos. Também tenho uma gata, chama-se Kikas. Concordo com tudo o que a Luísa disse no video. Aliás, tem mesmo de ser assim. A minha gata nunca saiu à rua desde bebé. Exatamente porque sempre tive medo que lhe aconteça alguma coisa e também porque acho mais higiénico te-la dentro de casa, esta sempre mais limpinha. De facto os gatos são seres adoráveis, mas têm os seus lados menos positivos, como felinos que são. A parte dos cortinados acho que deve ser geral, e no meu caso o sofá também. Apesar de tentar impor algumas regras, nem sempre é facil.
    Mas adoro a minha bichinha e não imagino a casa sem ela.
    Beijinho para si e uma festinha nos seus peludinhos. 🐈🐱

  • Anabela Bispo
    Março 29, 2019

    Adoro gatos, não sei como existem pessoas que não gostam.
    Os teus são adoráveis, sempre tive gatos em casa, não sou a melhor educadora, deixo-os fazer tudo, e mesmo estragando as colchas, as cadeiras, os sofás entre outras coisas, é impensável viver sem eles, adoro-os mesmo.
    beijinho

  • Nélia Adriano
    Março 29, 2019

    Temos a Boneca com quase 11 anos, meu marido sempre teve gatos eu fui mais criada com cães mas sempre gostei de animais. A nossa parece uma crianças a renal( está controlada) mudou-lhe um pouco o feitio pois agora é só mimos mas quanto basta e não é com todas as pessoas. 🙂

    • Luísa Alexandra
      Março 29, 2019

      Eu sempre adorei gatos e cresci com gatos em casa, talvez por isso tenha mais esta inclinação 🙂

  • Teresa C.
    Março 30, 2019

    Olá Luísa,
    O meu amor pelos gatos só surgiu desde 2004.
    O gato da minha prima (que sempre teve gatos e os adora) achou que eu devia ser uma boa dona e, seguiu-me durante uma semana por todo o lado, sala, cozinha, quarto etc.. Passados uns meses veio para minha casa, (apesar de ser alérgica a gatos, a minha alergia desapareceu quando ele veio cá para casa). Infelizmente faleceu em 2013.
    Apesar de querer mais animais precisava de algum tempo… uma amiga tinha uma gata que tinha resgatado da rua e precisava de um dono… Não tive coragem e disse que sim… assim chegou a Kitty uma gata toda branca com pelo curto e com olhinhos azuis.
    Como não queria que a gata ficasse sozinha, fui a uma Associação e, assim veio o Camy, um gatucho amarelo tigrado, com dois meses e que não tinha um olho.
    Estes já me chegavam… mas uma amiga perguntou se eu queria ficar com o gato dela que também era amarelo tigrado… e assim veio cá para casa o Simba…
    Com o primeiro gato nunca tive problemas nem com sofás nem com cortinados, mas com estes tenho.
    A areia que uso também é aglomerante , é a que mais gosto.
    A ração seca que mais uso, é da Advance à base de salmão, pois noto que a Kitty não larga tanto pelo quando são outras marcas mesmo com salmão.
    A comida húmida de saquetas, comem uma saqueta para os 3, que nunca dou no mesmo horário, vou variando.
    Gosto muito dos meus gatuchos apesar de serem uma prisão, despesa etc., se tenho de sair em trabalho tenho de pedir para virem cá cuidar deles. Mas quando vieram para cá já sabia, um animal dá trabalho e despesa, mas nunca me passou pela cabeça entrega-los numa instituição.
    Para mim, fazem parte da família!…
    Desculpa o longo post.
    Bjs,
    Teresa C.

    • Luísa Alexandra
      Abril 1, 2019

      Sabes que a minha Mãe também diz que nota muito quando comem comida de salmão não largam tanto pêlo.
      Eu muito sinceramente não noto isso nos meus, mas ando sempre a variar a comida.
      Relativamente à areia, eu só gosto da aglomerante, e nem de todas. Por exemplo comprei agora uma nova para experimentar e não estou a gostar pois deita pó e eu detesto isso, mas vou tentando sempre experimentar marcas novas para ver as que mais me agradam.
      Beijinhos!

  • Anabela
    Abril 1, 2019

    Olá Luísa. Há 9 anos o meu marido encontrou um gatinho com um mês de idade a ser abandonado e trouxe-o para casa.
    De lá para cá de 700 grs passou a ter 9 kgs…porque tem alergias e tooma uma injecção de cortisona por mês e isso fá-lo engordar.
    Para além disso concordo consigo, que os gatos são para estar em casa junto a nós e serem um mais na família.
    O nosso gosta de estar na varanda ou entre a porta da cozinha/varanda deitado num tapete.
    Tem uma alcofa na cozinha onde passa a maior parte do tempo junto a mim, é uma sombra. Onde eu estou, ele tem de estar.
    Tem também o hábito de se deitar no quarto da minha mãe,sobre a cama dela, onde tem cobertor para se cobrir, assim como na alcofa da cozinha.
    Quando lhe falo no cobertorinho…ele corre logo para a cama.
    Tal como os seus, é desparasitado, tem as vacinas todas em dia e a partir de Abril costumo por-lhe uma pipeta na zona do pescoço, para as pulgas, até a Outubro, porque embora esteja sempre em casa, não quer dizer que nós não possamos trazer alguma pulga da rua e ele logo a apanha.
    De resto é um mimado tão grande que nem sabe miar…
    A areia é sempre da aglomerante que compramos no Pingo Doce e a comida é a do veterinário da Hills ou Royal Canin para gatos esterilizados.
    Tem três bonecos e três maneiras de lidar com eles. A dois lambe-os e mima-os e ao terceiro, faz grandes brigas com ele, e depois abandona-o! É uma maravilha tê-lo connosco. Beijinho.

    • Luísa Alexandra
      Abril 1, 2019

      Gostei muito de ler o carinho com que escreveste estas palavras, vê-se bem que o adoras! Beijinhos!

  • Mariana Santos
    Abril 5, 2019

    Olá Luísa:
    Gostava de saber se optou por castrar os seus gatos, apesar de eles não saírem de casa, ou não viu essa necessidade?
    Obrigada.
    Mariana.

    • Luísa Alexandra
      Abril 5, 2019

      Foram castrados em pequenos, pois são um macho e uma fêmea e inevitavelmente isso teria consequências, quer estejam dentro ou fora de casa.

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *