Verniz Gel

Folar de Páscoa [Receita da Teleculinária]

Terça-feira, Abril 16, 2019

 

 

Sempre que recebo a Teleculinária partilho no meu Instagram [que podem seguir AQUI] uma foto da capa.

Tenho sempre seguidores que me pedem para enviar esta ou aquela receita, e é claro que partilho com muito gosto!

Uma das receitas que mais me chamou a atenção na Teleculinária deste mês foi o Folar de Páscoa.

Gosto muito de folares simples e todos os anos experimento uma receita diferente, pois é sempre bom ir variando um pouco para se ficar a conhecer novos sabores e texturas.

Pessoalmente sou fã de folares bem simples [sem recheios], de textura mais areada e seca, pois gosto de os comer com queijo, ficam tão bons!!!!!!

Ah e também não gosto mesmo nada de folares com ovo cozido!

Não acho nenhuma piada aos ovos cozidos por cima dos folares, até acho um desperdício pois depois ninguém os come e acabam por ir para o lixo… por isso mesmo nunca os coloco, detesto estragar coisas!

Na receita original, que deixo numa foto abaixo, podem ler o modo como é aconselhado fazer.

Eu alterei ligeiramente as coisas, quer dizer até alterei bastante, por isso mesmo deixo por escrito o modo como eu fiz os meus.

Saliento o facto de ter colocado mais especiarias doces do que o indicado, porque me agrada mesmo muito o sabor da canela e da erva doce, e usei açúcar mascavado, o que fez com que o folar ficasse com uma cor mais escura 😉

 

 

 

 

Ingredientes:

| 500 gr. de Farinha de Trigo sem Fermento

| 30 gr. de Fermento de Padeiro Fresco [usei duas saquetas de Fermento de Padeiro Seco da Vahiné]

| 100 gr. de Açúcar [usei mascavado]

| 75 gr. de Manteiga

| 3 Ovos

| 100 ml. de Leite Morno

| 2 colheres [de chá] de Canela em pó

| 2 colheres [de chá] de Erva Doce em pó

| 1 pitada de Flor de Sal, usei Marnoto by Necton

 

Preparação:

Dissolve-se o fermento no leite morno.

Segui as instruções da embalagem de fermento que indicam que se deve usar uma saqueta para 250 gr. de farinha. Visto que a receita original leva 500 gr. de farinha, usei duas saquetas de fermento de padeiro seco:

 

 

 

 

Colocam-se todos os ingredientes na taça da batedeira e misturam-se até ligar bem.

 

 

 

 

Fica uma massa consistente mas maleável.

Transfere-se a massa para um recipiente, tapa-se e deixa-se levedar durante 1 hora.

 

 

 

Para levedar coloquei a massa dentro da minha UltraPro, que tem tampa e por isso é o ideal para levedar massas.

O modo tradicional de levedar uma massa é deixar assim tapado e perto de uma zona quente, por exemplo perto da lareira:

 

 

 

No meu caso optei por deixar a levedar no forno.

O meu forno é da Hotpoint e tem uma função específica para levedar massas:

 

 

 

Deixei a UltraPro tapada, com a massa lá dentro, durante uma hora nesta função que aquece o forno a 50º.

Passado esse tempo a massa já estava mais crescida:

 

 

Quando dobrar de volume divide-se a massa, eu optei por fazer 4 folares pequenos, mas na receita original refere para se dividir a massa em duas partes.

Como referi eu não gosto de folares com ovo cozido, como manda a tradição 🙂 por isso não o coloquei.

Em alternativa fiz um corte em forma de cruz no topo de cada bola de massa e coloquei um pouco de açúcar mascavado por cima.

Deixa-se levedar novamente durante uns 30 minutos, na função que vos mostrei nas fotos acima ou então tapa-se com um pano e deixa-se ficar num local abrigado:

 

 

 

 

 

Depois coze-se a 180º com resistência de cima e de baixo até dourar a gosto.

 

 

 

Ficaram deliciosos e mesmo com a textura como eu gosto!

E a cozinha com um aroma a canela e a erva doce fantásticos!!!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Também costumam fazer Folares aí por casa?

Qual é a vossa receita favorita?

Print Friendly, PDF & Email
10
4 Responses
  • Marisa Reis
    Abril 17, 2019

    Têm um excelente aspecto, eu adoro os folares com ovo, assim, para mim, são merendeiras do dia de todos-os-santos mas são gostos. Tanto eu como o meu filho comemos sempre os ovos e a parte que mais gostamos do folar é mesmo a massa junto ao ovo por ficar mal cozida, há quem deteste e quem adore eu faço parte da segunda opção.

    • Luísa Alexandra
      Abril 17, 2019

      Marisa ainda bem que assim é, é sempre bom termos gostos diferentes!!!!
      Beijinhos 🙂

  • Fatima
    Abril 22, 2019

    Olá Luisa, sigo o seu blog há algum tempo e tenho aprendido muito consigo. Gosto especialmente das opiniões que dá sobre novos produtos.
    Experimentei a receita do folar e ficaram muito bons (fiz 2), é uma receita a repetir.
    Obrigada.

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *