Verniz Gel

Folhado com Creme Russo

Segunda-feira, Junho 17, 2019

 

 

A minha Mãe comemorou 65 anos no passado dia 13 de Junho, dia de Santo António!

 

 

A minha Mãe é a pessoa que conheço que melhor cozinha, e o que sei devo a ela pois cresci a ver o que fazia. No entanto, e por saber cozinhar tão bem, também é a pessoa mais esquisita com a comida!!!!! 😉 😉 😉

Não é esquisita a comer, mas consegue sempre pôr defeitos em tudo o que os outros fazem, incrível!

Sempre que ela e o meu Pai saem em viagem, ou vão almoçar ou jantar a algum sítio e depois nos contam [a mim e ao meu irmão, pois almoçamos sempre juntos], tem sempre que criticar alguma coisa, e já é tão comum que até já somos nós a perguntar o que estava mal neste ou naquele local que foram 🙂 🙂 🙂

Para o aniversário dela pediu-me para lhe fazer um bolo, mas vejam lá as exigência que tinha:

• Queria um bolo diferente

• Não pode ser bolo de chocolate

• Não pode ter cremes ou assim coisas que sejam enjoativas [mas sem saber exemplificar o que é enjoativo!!!!]

• Não pode ser um bolo assim tipo pão de ló porque isso não é bolo de aniversário [what??????]

 

Bem, foi uma risota geral enquanto almoçávamos e ela indicava todas as coisas que não podia ou que podia ser!!!!

Não é nada fácil cumprir com tantos requisitos!!!!!

Primeiro pensei numa tarte Pastel de Nata, pois sei que ela gosta e as amigas dela também. Mas já tinha feito isso há uns anos atrás, por isso andei a matutar e, para não correr o risco de fazer um bolo que não ficasse ao gosto da aniversariante, resolvi fazer três bolos!!!!

Isso mesmo, três bolos diferentes, algum deles iria agradar de certeza!!!!!

Bem, preparei então uma torta com recheio de geleia de morango, um bolo simples de laranja com calda e este folhado que vos apresento em seguida.

Consegui que não reclamasse!!!! 🙂 🙂 🙂

 

Ingredientes:

| Massa Folhada fresca, usei uma placa rectangular

| Creme Russo, preparado da Whirlsensations

 

 

Preparação:

Corta-se a placa de massa folhada ao meio.

Coloca-se cada parte num tabuleiro forrado com uma base de silicone e com outra base de silicone, ou algo que faça peso, por cima, de modo a que a massa folhada não folhe demasiado e se mantenha baixa e crocante. [ver AQUI onde exemplifiquei isso]

Leva-se a forno pré aquecido a 200º na função ar forçado com resistência de cima e de baixo até que fique dourado a gosto.

 

 

Deixa-se arrefecer completamente.

Para o recheio usei um preparado para creme russo. É muito saboroso, não o acho demasiado doce, quando se come com moderação.

Prepara-se adicionando simplesmente água e batendo na velocidade alta:

 

 

 

Depois basta encher um saco de pasteleiro, o meu é da Tupperware e é assim:

 

Para colocar o creme sem problemas coloco o saco dentro de um copo alto, como mostro na imagem abaixo, e depois encho com o creme:

 

 

 

Fazem-se pequenas rosetas de creme em ambas as placas de massa folhada, e no final coloca-se uma por cima da outra:

 

 

 

 

Decorei apenas com framboesas, mirtilos e hortelã para dar um pouco de cor.

 

 

Optei por deixar a massa folhada assim simples, pois achei o creme russo bastante rico em sabor.

Poderá, a gosto, polvilhar-se a massa folhada [antes de colocar o creme], com açúcar em pó.

Print Friendly, PDF & Email
14
6 Responses

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *