Doce de Tomate com Erva Doce

Quinta-feira, Setembro 5, 2019

 

 

Nesta altura do ano [Agosto ou Setembro], chegam aqui a casa imensos tomates!

Apesar de usar grande parte deles em salada, nem todos se adequam às saladas, alguns são moles demais e são o ideal para doce.

Além disso o tomate tem tendência para amadurecer muito rapidamente [quando deixado fora do frigorífico], por isso o que faço para o aproveitar é usar em doce caseiro.

O doce de tomate é dos meus preferidos e sempre que faço gosto de oferecer a amigos e familiares que sei que também apreciam imenso! 🙂

Visto que tenho sempre uma grande quantidade, aproveito e congelo também uma parte para depois ir usando ao longo do ano.

 

Para o congelar faço assim:

 

Congelar Doce de Tomate [ou qualquer doce de fruta]

 

 

Ingredientes:

| 1 Kg. de Tomate [pesado sem pele, escorrido e cortado em pedaços]

| 500 gr. de Açúcar

| Erva Doce em pó, usei uma colher de sobremesa [mas depende do gosto de cada um…]

 

Preparação:

Retira-se a pele ao tomate.

Para os pelar facilmente basta colocar os tomates dentro de um recipiente, juntar água a ferver e deixar uns minutos.

A pele do tomate começa a estalar e com facilidade se pela 🙂

 

 

Corta-se em pedaços pequenos e coloca-se num escorredor durante uma hora, mais ou menos, apertando com as mãos ligeiramente para retirar a maior parte da água que contém.

Transfere-se depois para uma panela grande, junta-se o açúcar e a erva doce.

 

 

Faço sempre a proporção de metade do peso da fruta em açúcar, ou seja para um quilo de tomate juntei 500 gr. de açúcar.

Não fica um doce enjoativo, aliás eu não gosto dos doces tradicionais pois acho que contém demasiado açúcar e tornam-se muito enjoativos. Os doces que faço nunca são demasiadamente doces 😉

Deixa-se cozinhar até se obter a consistência desejada, é difícil definir o tempo certo pois depende sempre da quantidade de água que o tomate contém.

Estes eram bem sumarentos, precisei cozinhar durante uma hora em lume alto ao início, depois reduzi para lume mais baixo para não salpicar e apurar a gosto.

Ter em atenção que o doce depois de arrefecer fica mais consistente.

Convém que fique mais líquido ao apagar o lume porque irá espessar conforme for arrefecendo.

Eu gosto de o preparar num dia e deixar depois dentro da panela tapado durante a noite inteira, no dia seguinte é que o transfiro para recipientes.

 

 

 

É muito fácil de fazer, uma excelente maneira de se aproveitar o tomate que abunda nesta altura e fica delicioso!

 

 

Podem ver mais reportagens acerca do doce de tomate em:

 

Doce de Tomate com Anis [Modo Tradicional]

 

Doce de Tomate Perfumado com Anis [modo tradicional]

 

Doce de Tomate Aromatizado com Gengibre

 

Doce Caseiro de Tomate • Bimby [Thermomix]

Print Friendly, PDF & Email
4
2 Responses
  • Anabela Bispo
    Setembro 6, 2019

    Também é o doce que mais gosto, faço da mesma forma, substituo é a canela pela erva doce.
    Beijinho

    • Luísa Alexandra
      Setembro 13, 2019

      🙂
      Eu adoro colocar especiarias nos doces caseiros, dão um aroma e um sabor fantásticos!

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *