Pato com Arroz à Antiga

Sexta-feira, Fevereiro 7, 2020

 

Há algum tempo que os meus Pais tem em casa uma salamandra muito interessante: além de servir para aquecer o ambiente, dá também para se cozinhar nela!

Tem um forno, não muito grande, mas que permite preparar refeições bem reconfortantes.

Também tem uns discos de ferro no topo onde se pode cozinhar, apesar de ser muito difícil de o fazer pois não se controla a intensidade do calor, por isso usamos apenas para aquecer alimentos ou ferver água ou qualquer líquido.

A receita que hoje vos apresento foi preparada em parte nesta salamandra, e fiou deliciosa!

Mesmo o ideal para os dias frios que se fazem sentir cá por Fátima 🙂

 

 

Ingredientes:

| Metade de um Pato partido aos pedaços

| 1/2 chouriço de carne

| 2 Cebolas

| 2 Dentes de Alho

| Azeite

| Flor de Sal

| Arroz

| 1 Cenoura

| Pinhões [opcional]

 

Preparação:

Corta-se o pato em pedaços.

Coloca-se numa panela grande.

Para cozinhar mais depressa e ficar bem tenro pode optar-se por se cozinhar numa panela de pressão.

Junta-se também o chouriço e ainda uma cebola inteira descascada e tempera-se com flor de sal.

Cozinhando na panela de pressão verifica-se como está passado 30 minutos. Se for cozido numa panela normal demorará perto de uma hora a ficar a carne bem tenra, mas depende sempre do tamanho da carne e também do tipo de pato, por isso convém ir verificando a cozedura.

Retiram-se os pedaços melhores para serem servidos inteiros e reserva-se o caldo que irá servir para cozinhar o arroz.

Outra parte, como por exemplo as partes com mais osso, limpam-se de peles e ossos e desfiam-se.

Num tacho coloca-se uma cebola picada, um dente de alho laminado e um pouco de azeite.

Frita-se até dourar ligeiramente.

Junta-se a cenoura em pedaços pequenos, o arroz, a carne de pato desfiado [não é necessário muito pois irá servir-se pedaços maiores depois], e um pouco do caldo de cozedura do pato, a quantidade necessária para cozinhar o arroz.

Deixa-se cozinhar até o arroz ficar a gosto, mas não precisa de ficar completamente cozinhado pois termina a cozedura no forno 😉

Junta-se no final o miolo de pinhão e envolve-se.

Transfere-se para um pirex de forno e por cima colocam-se os pedaços de pato já cozido.

Leva-se a forno até a carne ficar dourada a gosto.

 

 

 

Reparem no pormenor das cenouras, que a minha Mãe cortou com um cortador de metal em forma de estrela 🙂

Um mimo!!!!!

Print Friendly, PDF & Email
2 Responses
  • Luísa Azevedo e Silva
    Fevereiro 7, 2020

    Ai, esse forno… ai, essa salamandra! Que maravilha!

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *