Bolo das Rosas de Grândola

Segunda-feira, Maio 4, 2009

A receita do bolo circula em vários blogs. Fiquei tentada a experimentar depois de o ver no Sabores de Canela, da Canela e no No Soup For You, da Gasparzinha.

Apercebi-me que não tinha vagem de baunilha, necessária para a calda que rega o bolo no final.
Substituí por Licor de Amêndoa Amarga, usando 4 tampinhas da garrafa.
Conferiu um sabor excelente ao bolo, apesar de achar que a quantidade de calda é exagerada.
Para a próxima vez reduzo para metade a calda pois o meu bolo ficou ensopado demais.
Adicionei, também, côco ralado, pois é um ingrediente que me agrada imenso e penso resultar muito bem neste género de pão doce.
Por lapso meu não barrei a massa depois de esticada com a margarina… só depois de ter colocado o açúcar, amêndoa e côco é que reparei… coloquei então pequenos pedaços de margarina por cima e enrolei. Será mais fácil derreter um pouco a margarina e barrar a massa antes de colocar o recheio.
Deixo a receita com os ingredientes que utilizei.

Ingredientes

Massa
| 250 gr. de Leite
| 1 Saqueta de Fermento de Padeiro em Pó (ou 20 gr. de Fermento de Padeiro Fresco)
| 125 gr. de Margarina
| 1 Pitada de Sal
| 550 gr. de Farinha
| 2 Ovos

Recheio
| 125 gr. de Margarina amolecida
| 125 gr. de Açúcar
| 125 gr. de Amêndoas Trituradas
| 75 gr. de Côco Ralado

Calda
| 350 gr. de Água
| 150 gr. de Açúcar
| 4 tampinhas da garrafa de Licor de Amêndoa Amarga

Preparação:
No copo da Bimby deita-se o leite, programando 3 min., vel. 1, temp. 50º.
Junta-se o fermento programando 10 seg., vel. 4.

Depois a margarina, 15 seg., vel. 4.
Adiciona-se a farinha e o sal, 20 seg., vel. 6.
Com a máquina a trabalhar na vel. 3 adicionam-se os ovos pelo bucal, programando depois 3 min., vel. espiga.

Retira-se a massa para um recipiente e deixa-se levedar até dobrar de volume.
Para facilitar a levedação eu coloco um repiciente com água a ferver por baixo do recipiente onde está a massa, tapo com um pano e cubro tudo com uma mantinha quente.
Passados 30 minutos a massa tem o dobro do volume.
É um truque que resulta sempre.

Forra-se uma forma de mola com papel vegetal.
Coloca-se a massa num tapete de silicone, ou na bancada, polvilhado com farinha.
Estica-se com o rolo, dando-lhe o formato rectângular.
Pincela-se a massa com a margarina amolecida (lapso meu que me esqueci e só a coloquei no fim…).
Por cima coloca-se o açúcar, a amêndoa triturada (não pulverizada), e eu adicionei também côco ralado.

Enrola-se como se fosse uma torta e cortam-se fatias de tamanho semelhante.
Eu cortei oito pedaços.
Colocam-se na forma forrada com o papel vegetal com o recheio voltado para cima, como se vê na foto. Deste modo ao cozer a massa ficará parecida com uma rosa.
Uma fatia no centro e as restantes à volta, deixando espaço entre elas pois a massa cresce bastante.

A minha forma era pequena para tanta massa, deverá ser feita numa forma maior ou então dividir em dois bolos.
Leva-se a forma a forno pré-aquecido a 50º durante 15 minutos, para que levede mais um pouco.
Aumenta-se depois a temperatura para 190º até ficar cozido e dourado a gosto.

A calda fiz num tachinho.
Leva-se ao lume um tachinho com a água, o açúcar e o licor de amêndoa amarga.

Ao levantar fervura mexe-se durante 1 minuto, até ficar uma calda com que se rega o bolo depois de cozido.

Gostei muito do seu sabor. Nota-se a presença da amêndoa amarga, que eu aprecio imenso, e o côco confere um aroma e paladar excelente.
Achei apenas que tinha calda a mais, para o meu gosto, claro.

Print Friendly, PDF & Email
15 Responses
  • Raspas de Laranja
    Maio 4, 2009

    Oi, acho que voltei, e vou continuar a fazer os comentários, tão merecidos às blogueiras.
    Esse bolo está cá com um aspecto, deve ser uma delicia. Bjs

  • Isabelocas
    Maio 4, 2009

    Adoro este tipo de bolinhos, o teu ficou fantástico, com tantas receitas para experimentar, acabo sempre por esquecer algumas.
    Beijinhos

  • psychic
    Maio 4, 2009

    Esta receita realmente enche-me as medidas… e essas fotos então nem se fala!

    Terei de experimentar um dia, mas já estou como a Isabelocas… são tantas que algumas vão sendo adiadas 😛

    Bjinhos

  • lili
    Maio 4, 2009

    esse bolo fica lindo!!
    e de sabor deve ser uma delicia!!
    bjs

  • mesa para 4
    Maio 4, 2009

    Eh moça que maravilha… conheço bem esse bolinho 🙂 ficou óptimo…

  • Sandra e Dinis
    Maio 4, 2009

    já o tinha visto no blog da Gasparzinha e fiquei logo com vontade de experimentar!
    Tem Mesmo bom aspecto e deve ser optimo!
    Tb adoro côcô.

    Agora tenho mesmo que experimentar!

    Bjs

  • gasparzinha
    Maio 4, 2009

    Luísa, a versão coco tb me enche as medidas.

    Confesso que acho a quantidade de calda ideal, mas isto na cozinha e quanto a gosto diz respeito, cada cabela, sua sentença! 🙂 🙂 🙂

    Ainda bem que gostaste. 🙂

    Beijinhos.

  • argas
    Maio 4, 2009

    Agradou-me muito! Que me lembre ainda não tinha visto a receita! Mas com a amêndoa amarga é que não posso :S bjinhos

  • Luísa Alexandra
    Maio 4, 2009

    Obrigado a todos.

    Eu gosto de bolos húmidos, mas achei a calda demasiadamente doce para o meu gosto, por isso acho que ficava melhor com menos calda, pois a massa é bem fôfa.
    A amêndoa amarga foi uma introdução que coloquei, mas a receita original não leva.
    Cada um a faz a seu gosto.

  • Cinha
    Maio 4, 2009

    Que lindo, e deve ter ficado….delicia tenho de experimentar!
    Beijinhos e boa semana.

  • Canela
    Maio 4, 2009

    Ficam lindas as rosinhas…
    Conheço-o desde pequenina e foi em Grandola que o comi pela 1ª vez.
    Bj

  • Abelha Maia
    Maio 4, 2009

    Nunca comi…mas que têm bom aspecto tem…mas estou como tu…não gosto muito ensopado.
    Parabens pela adaptação.
    bjs

  • AndreaDomingas
    Maio 4, 2009

    Lindo! Adorei ver a massa molhadinha! Deu água na boca! Não tenho a Bimby, mas acho que não seria problema fazê-lo numa batedeira convencional. Vou seguir o seu conselho e usar menos calda!
    Bjs

  • Isabel Pisoeiro
    Maio 4, 2009

    Que lindo ficou, deve ter um sabor excelente!! Também adoro côco ralado, acho que ficou divinal!! 😛

  • Helder
    Dezembro 31, 2017

    Vamos ver como fica. Já está no forno

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *