Broas dos Santos da Mãe

Terça-feira, Novembro 1, 2011

Também esta reportagem é uma repetição, o ano passado foi AQUI publicada.
Por estas horas a azáfama cá em casa é a que se vê nas fotos!!!!

A receita mais tradicional do Dia do Bolinho são as Broas dos Santos.
Existem imensas receitas, umas mais simples, outras mais complexas, cada qual com a sua característica particular.
Geralmente levam frutos secos e são generosamente aromatizadas com especiarias, principalmente canela e erva-doce.

Cá no blog coloquei já algumas receitas, mais simples de se fazer do que esta que irei mostrar.
Mas esta é a receita tradicional que a família da minha Avó Mariana sempre fez, não tinha papel escrito com a receita, está gravada na sua memória de tanta vez que a fez e que a viu fazer.
A minha Mãe sempre se refere a esta receita como as «Broas dos Santos da Mãe», por isso mesmo é assim que a chamo também, e é assim que a conhecemos todos cá em casa.
As Broas dos Santos da Mãe são cozidas em forno de lenha, dão uma trabalheira danada mas são a nossa tradição.
A minha Avó, a minha Mãe e a minha Madrinha passam a tarde inteira de volta do forno de lenha a cozer as Broas, tal como vos irei mostrar.

A massa foi feita antes do almoço, para ficar a levedar.
Deve ter-se em atenção que neste tipo de receita apenas se pode juntar o açúcar quando a massa já está levedada, é a última coisa a fazer. Caso contrário não cresce.
São necessárias sempre três pessoas para este tipo de receita: uma amassa, outra segura o alguidar e outra vai colocando os ingredientes.

A farinha utilizada para esta receita foi da Nacional.

Ingredientes:
Xarope:
| 6 Pau de Canela
| 1 Vagem de Baunilha
| Casca de 3 Limões
| 1,5 litro de Água

Massa para levedar:
| 4 kg. de Farinha para Bolos (Nacional)
| 125 gr. Erva Doce
| 250 gr. de Canela (depende do gosto)
| 1 colher (de sopa) de Sal
| 100 gr. Fermento de Padeiro
| Raspa de Limão e de Laranja (5 laranjas e 2 limões)
| 5 Gemas de Ovos

Só depois de levedar se junta:
| 1,5 kg. de Açúcar
| Baunilha em pó (a gosto)
| Frutos Secos

Preparação:
Prepara-se o xarope, fervendo a água com as cascas dos limões, os paus de canela e a vagem de baunilha.
Deixa-se arrefecer.

Num alguidar grande coloca-se a farinha. Cá em casa existem dois alguidares de barro grandes próprios para estas receitas.

Junta-se a canela, a erva doce, o sal e o fermento de padeiro esfarelado com as mãos e mistura-se bem com a farinha.

Adiciona-se a raspa de laranja e limão e envolve-se tudo.

Junta-se as gemas de ovo e o xarope e amassa-se até estar tudo bem ligado e se desprender facilmente do alguidar.
A quantidade de xarope a utilizar depende do tipo de farinha, existem farihas que absorvem mais outras que absorvem menos líquidos, é necessário verificar o que é preciso juntar conforme se vai amassando.

A massa tem que ser muito bem batida, tarefa que a minha Madrinha costuma fazer, pois a minha Avó já não tem força para tal.
Os meus filhos acham sempre imensa piada a esta tarefa e gostam, também, de colocar literalmente a mão na massa!

Quando se verificar que a massa se solta do alguidar e não se pega às mãos é porque está pronta para levedar.

Tapa-se o alguidar e coloca-se num local abrigado e morno, aqui foi colocado ao lado da lareira, tapado com um pano e uma mantinha quente.
Deixa-se levedar até dobrar de tamanho, aproximadamente durante 1 hora.

Adiciona-se então o açúcar e os frutos secos. A gosto poderá também juntar-se baunilha em pó para dar mais sabor.
Amassa-se novamente, aí a massa tomará uma textura diferente pois o açúcar transforma a textura da massa.

Ter sempre em atenção que o açúcar apenas se junta DEPOIS DE A MASSA LEVEDAR, caso contrário, segundo a minha Avó, a massa deslaça, ou seja, não fica compacta para levedar e depois não cresce.

Moldam-se então as broas, com a ajuda de farinha, no tamanho desejado, pincelam-se com ovo batido e faz-se um corte em forma de cruz com uma tesoura no topo, que depois se polvilha com açúcar e onde se coloca uma amêndoa ou um pedaço de noz.

Estas broas foram cozidas num forno de lenha, previamente aquecido.

A base do forno chama-se LAR.
O lar é bem limpo e é aí que são colocadas as broas a cozer, transportadas até lá com uma pá de forno.

Tem que se verificar constantemente a cozedura e retirar assim que estiverem douradas a gosto.

Dá imenso trabalho fazer as broas desta maneira, e suja-se mesmo muito!
Mas a minha Mãe e a minha Madrinha fazem questão de cozer as broas no forno de lenha, além disso o trabalho foi basicamente todos delas.
A minha Avó apenas orienta, também já não tem idade nem forças para este tipo de trabalho, e eu sinceramente não me interesso muito pelo amassar à mão, não é tarefa que me entusiasme!
Esta reportagem que mostrei foi só possível graças a elas.
Sempre que se fazem estas broas, e devido ao trabalho que dão, utilizam estas quantidades, rendem bastante mas pelo menos assim compensa o trabalho que dá.

Print Friendly, PDF & Email
21 Responses
  • Nárwen
    Novembro 1, 2011

    Adorei a receita, a descrição e as imagens…
    Tenho de experimentyar pois adoro broas e as tuas ficaram com um ar fantástico.

    Beijinhos

  • Cristiana
    Novembro 1, 2011

    que saudades me fez agora, eu tinha a idade dessa pequenina quando o meu avÔ que já partiu me ensinou a fazer pão mais a minha avó ela já não consegue, mas que bom que é ver estas gerações todas de volta de um alguidar de barro.eu tb já coloco a minha "pincesa" á volta do alguidar, beijinhos bom feriado

  • Ginja
    Novembro 1, 2011

    Parece bem trabalhosa a receita, mas vê-se que a família toda se reune e em cumplicidade e com muito amor prepara tão deliciosa iguaria. Ficaram bem lindas as broinhas.
    Um beijinho.

  • Fatias Douradas
    Novembro 1, 2011

    Eu dou muito valor às tradições familiares que juntam as pessoas de várias gerações na cozinha e à volta da mesa, e em que cada qual põe os seus talentos a render. O resultado será sempre bom!
    Bjs

  • telmiii-ta'
    Novembro 1, 2011

    OI Luisa. Que aspecto delicioso. Na minha aldeia tambem temos a tradiçao do bolo dos santos, so que e bem diferente. Quando receber os meus (que vem de portugal) tiro uma foto e mostro.
    Luisa pode me esclarecer uma duvida? voce faz os seus biscoitos na bimby ne? eu nao tenho, pode me dizer outra forma de amassar a massa ? porque ja exprimentei com batedeira e nao da. Tenho sempre de amassar a mao e depois fica dura. Obrigada. Beijos E bom feriado.

  • Carla
    Novembro 1, 2011

    ADOREI a receita as fotos… só tenho pena de não ter forno a lenha.
    Jokinhas
    Carla

  • Duxa
    Novembro 1, 2011

    Que maravilha Luisa, devem ser deliciosas!
    Beijinho.

  • Belocas
    Novembro 1, 2011

    Boa reportagem. Pelo que percebi houve muita mão na massa…e é muito giro as actividades que envolvem toda a família.
    Devem ser uma broas deliciosas.
    Bjs e bom feriado

  • Clau
    Novembro 1, 2011

    Olá Luísa, pode ser trabalhosa mas deve ficar com um sabor incrível.Me fez voltar ao tempo de infância quando minha mãe fazia tudo no forno a lenha….bjus.

  • Ana
    Novembro 1, 2011

    Dias assim, receitas assim, aquecem a alma e o coração. Gostei muito.

    Beijinhos

  • Pauluxa
    Novembro 1, 2011

    Olá.
    Luísa
    Que maravilha adorei ver a reportagem da confecção destas broas, adorei ver a que tens a sorte de ter experiências que já poucos podemos ter.
    Beijinhos

  • paula MARIANA
    Novembro 1, 2011

    Que riqueza Luisa e que belos e doces momentos passados em familia. As broas estão uma verdadeira maravilha. Estão todas/os de parabéns

    beijinhos!!

  • Carla Oliveira
    Novembro 1, 2011

    Espero que neste ano a animação tenha sido uma constante. Por cá não temos a tradição do bolinho. Costumamos dar às crianças guloseimas (chocolates, bombons, enfim nada de saudavél, hehe)
    Beijinhos grandes

  • ♥♥ belinhagulosa ♥♥
    Novembro 2, 2011

    Devem ser tão boas amiga, que saudades das que a minha avó fazia ;(…bjokitass

  • Luisa Alexandra ♥
    Novembro 2, 2011

    Obrigado pelos vossos comentários.
    A reportagem não é novidade cá no blog mas é tão completa que acho difícil melhorar!

    Telma, estas broas são amassadas à mão, de onde vem a ideia de amassar na Bimby?

  • Romy
    Novembro 2, 2011

    Quando eu era miúda, lembro-me da minha mãe e avó fazerem essas broas… belos tempos.

    Agora isso já não é possível… a minha avó já partiu e a minha mãe já não se entusiasma com o trabalho… mas tenho muitas saudades!!!

    Adorei a reportagem, fez-me viajar no tempo 🙂

    Bjokas

  • Salsa Verde
    Novembro 2, 2011

    Que belas broas e no forno a lenha ainda por cima…
    Beijinhos,
    Lia.

  • Marta
    Novembro 2, 2011

    Um dia bem divertido e saboroso, com a participação da família! As broas parecem-me deliciosas. Parabéns pela reportagem. Como sempre fantástica. Beijocas.

  • argas
    Novembro 3, 2011

    Que boas que devem ser!

  • telmiii-ta'
    Novembro 8, 2011

    Oi Luisa. Quando perguntei se fazia a massa na bimby nao me estava a referir as broas mas sim aos biscoitos que faz com o dispara biscoitos. E que eu nao tenho bimby. beijos

  • Luisa Alexandra ♥
    Novembro 9, 2011

    Telma, tenho várias reportagens de biscoitos cá no blog, todas com imensas fotos e em todas se vê [e está descrito também] que faço a massa na Bimby sim, aliás quem tem Bimby utiliza-se praticamente sempre para amassar pois é do melhor.
    Se não tens Bimby terás que fazer a massa com uma batedeira, demora mais tempo mas resulta certamente.

Responder a paula MARIANA Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *