Arroz de Pato

Segunda-feira, Agosto 29, 2016

P1040192

 

Uma das minhas novas vizinhas, por quem tenho um enorme apreço pois tem-me ajudado imenso desde que estamos nesta casa, ofereceu-me um pato que tinha acabado de matar e depenar.

Tenho um grande problema: cozinho quase tudo sem problemas, mas não gosto mesmo nada de depenar, amanhar, escamar ou matar animais para consumo. Cresci numa casa onde sempre tivémos animais para consumo, galinhas, frangos, patos, coelhos, porcos, perús, e eu via a minha Avó a matar as galinhas e aquilo fazia-me tanta, mas tanta diferença que me escapava sempre que era dia de matança. O mesmo se passava com os coelhos, coitadinhos levam com um pau na cabeça… ou com os porcos que gritavam tanto! Sou mesmo muito picuínhas com isso! Até as peças de caça que o meu Pai trazia na época da caça, que já vinham mortos, me incomoda. Não me faz diferença cozinhar ou comer, mas agora ver aquilo, aquele sofrimento dos animais, isso decididamente não é para mim.

Por isso acho que se por azar alguma vez depender de mim matar um animal para comer vou passar a ser vegetariana, pois duvido que o faça!

Avançando para o pato, que chegou até mim já pronto a cozinhar, congelei-o assim inteiro pois era pequeno. No dia em que decidi prepará-lo foi só retirar da caixa de congelação de Tupperware, coloquei numa daquelas altas, pôr na panela de pressão, temperar a gosto e cozinhar.

Explico tudo bem em seguida:

 

Ingredientes:

| 1 Pato [era pequeno]

| 1 Cebola Inteira

| Chouriço em rodelas da Fuminho

| For de Sal

| Arroz

 

Preparação:

Na panela de pressão coloca-se o pato, como referi acima era um pato pequeno, pelo que cozinhei assim inteiro e ainda congelado.

Junta-se uma cebola inteira descascada.

Adicionei ainda umas rodelas de chouriço e umas pedras de flor de sal.

 

P1040180

 

P1040181

 

Junta-se água até meio do pato e cozinha-se até ficar tenro, geralmente 30 a 45 minutos são o suficiente.

Depois de cozido retira-se e limpa-se de peles e ossos e desfia-se.

Reserva-se o caldo, usando o necessário para se cozinhar o arroz.

Aproveitei e fiz tudo na panela de pressão, para não sujar mais louça.

Juntei o arroz ao caldo a ferver e cozinhei até os bagos ficarem tenros e dobrarem de volume.

Num pirex coloca-se o pato desfiado e deita-se por cima o arroz cozido.

Por cima coloca-se as rodelas de chouriço [que cozinharam com o pato].

Leva-se a forno pré-aquecido a 200º até dourar o arroz a gosto.

 

P1040189

 

P1040191

 


Fotos: Panasonic Lumix DMC-TZ70EG-K

Print Friendly, PDF & Email
15 Responses
  • Alice
    Agosto 29, 2016

    Bon dia Luisa muito bom aspecto o teu arroz à minha mae fazià o pato assar no forno com cenoura alho français cebola e tocinho fumado depois tirava as peles e os ossos cozia o arroz no molho du patio e agua e misturava o arroz e o pato vai au forno com rodelas de chouriço e tambem fica muito bom um bom dia para ti e os teus Alice

  • Alice
    Agosto 29, 2016

    Bon dia Luisa muito bom aspecto o teu arroz à minha mae fazià o pato assar no forno com cenoura alho français cebola e tocinho fumado depois tirava as peles e os ossos cozia o arroz no molho du patio e agua e misturava o arroz e o pato vai au forno com rodelas de chouriço e tambem fica muito bom um bom dia para ti e os teus Alice

  • Teresa Pereira
    Agosto 29, 2016

    Bom dia Luísa sigo o seu blog há pouco tempo e gosto imenso pois tem sempre dicas e ideias fantásticas. Em relação ao arroz de pato posso lhe deixar uma dica que aprendi com a minha mãe. Na cebola que coloca juntamente com o pato a cozer espete alguns cravinhos da índia. Irão dar um gosto muito bom…Se gostar claro. Bjs

  • Anabela Machado
    Agosto 29, 2016

    Ai como a entendo na questão de matar os bichinhos. Cá em casa também criamos animais para esse fim mas confesso que me escapo nesses dias também. A tarefa cabe ao meu marido (somos apenas 3), e tal como a Luisa diz, se algum dia tiver de o fazer, viro vegetariana na hora lol….
    De resto, adoro esse prato 🙂 costumo colocar bacon também.

    • Luísa Alexandra
      Agosto 29, 2016

      Pois para mim cozinhar não tem problema, mas matar, depenar ou escamar é que não!

  • Joana Claro
    Agosto 29, 2016

    É o meu prato preferido de todos os tempos! Adoro adoro adoro… e sou igual, também fujo a sete pés de os arranjar!! Preferia ficar a pão e água!!
    https://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt

  • Mary
    Agosto 29, 2016

    Que bom aspecto!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

  • Santiago Ramos
    Setembro 1, 2016

    Olá Luisa, adorei o texto e a receita de arroz de pato! O mais usual é quando também podemos levar essas comidas para o trabalho ou quando vamos visitar algum sitio através das embalagens alimentares.
    Hoje estava à procura de embalagens descartáveis baratas e encontrei este website:
    http://www.monouso.pt

    Eles possuem uma selecção enorme de embalagens e todo o tipo de loiça descartável, como vejo que possui muitas receitas deixei aqui a minha ajuda voluntária!

    Obrigado!

  • Isabel
    Setembro 4, 2016

    Gostei muito, já tentei fazer e não acerto na relação de água/arroz. pode dizer-me que quantidade de ambos utilizou por favor?

    • Luísa Alexandra
      Setembro 7, 2016

      Isabel uso sempre o dobro da medida do arroz em água. Ou seja 1 medida de arroz + 2 medidas de agua

  • lia
    Setembro 5, 2016

    Que delícia Luisa.
    Adoro arroz de pato, mas costumo assar o meu pato, pois gosto mais com o pato assado.
    No entanto, esta tua sugestão parece-me muito bem.
    Um beijinho,
    Lia

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *