Sopa da Pedra Tradicional

Domingo, Junho 7, 2009

Esta é uma sopa tradicional da região centro, mais propriamente da zona de Almeirim.
A que vos apresento foi feita pela minha Mãe, para um jantar que o meu Pai organizou com uns amigos cá em casa.
Leva todos os ingredientes típicos, como a orelha de porco e o toucinho.
Já tinha anteriormente colocado aqui uma receita bastante mais simples de Sopa da Pedra, mas em que suprimi este género de carnes, pois tornam a sopa mesmo muito forte.
Fica então a receita, para quem gostar!

Ingredientes:
| Feijão Vermelho ou Manteiga
| 5 Batatas
| 2 Cenouras
| 2 Cebolas
| 2 Dentes de Alho
| 1 Orelha de Porco
| 1 Chouriço de Carne
| 1 Chouriço de Sangue (Morcela)
| 1 Farinheira
| Toucinho (com carne, pede-se no talho para colocar na sopa)

| 3 Batatas
| 2 Cenoura
| 1 Couve
| Feijão Manteiga ou Vermelho
| Hortelã ou Coentros

Preparação:
Numa panela coloque a orelha de porco (bem limpa e escaldada), o toucinho, as cenouras, as cebolas, as batatas e os dentes de alho. Por cima coloca-se os enchidos, para que não se partam.
Regue tudo generosamente com azeite, tempere com um caldo de carne, ou com sal (atenção que a o tipo de carne usado é salgada).
Encha com água e leve a cozinhar durante 20 minutos (ou até verificar estar cozido).
Se usar feijão crú coze ao mesmo tempo que os restantes ingredientes, se for cozido, em lata, só se junta depois.
Depois de cozido retira-se as carnes e os enchidos e cortam-se em pedaços, reservando-se.
Verifica-se de os legumes estão cozinhados, adiciona-se o feijão em lata e mais água, se necessário.
Passa-se tudo em puré e adiciona-se a couve cortada em pedaços, as restantes batatas e cenouras cortadas em pedaços pequenos.
Cozinha-se durante uns 15 minutos, até ficar no ponto, e adiciona-se a carne e o feijão cozido, envolvendo delicadamente.

Rectificam-se os temperos e no final coloca-se os enchidos cortados às rodelas.
Serve-se com coentros picados ou hortelã.

A tradição manda que, no fundo da terrina da sopa, de coloque uma pedra bem lavada.
A pessoa a quem calhar a pedra é que deve oferecer a próxima refeição!

Print Friendly, PDF & Email
20 Responses
  • Abelha Maia
    Junho 7, 2009

    A sopa da Pedra é uma referência do nosso País e uma delicia.
    Parabens á tua mãe.
    Bjs

  • argas
    Junho 7, 2009

    Fica uma bela sopa, uma pessoa fica logo almoçada 😀 bjinhos

  • Luísa Alexandra
    Junho 7, 2009

    Abelha Maia, tens toda a razão, é dos pratos gastronómicos mais conhecidos de Portugal.

    Argas, ao comer um prato desta sopa ficamos almoçadas e jantadas, sem lanche nenhum pelo meio de tão forte que é!!!!!
    Mas um dia não são dias.

  • Ricardo
    Junho 7, 2009

    Matas-me sempre com as tua comidinhas ate parece adivinhares o que eu adoro mais, WELL sopa de pedra uma das minhas preferidas e esta aqui tão bem feitinha …que pena não viver perto de ti e ser amigo suficiente para tu me convidares a um pratinho 😉 ou dois jinhos xx bfds

  • Canela
    Junho 7, 2009

    Olá Luísa
    Conheço muito bem essa sopa!O meu pai era um apreciador,íamos a Almeirim com o proposito de a degustar..
    Belos tempos!
    Essa da mãe é uma autentica refeição.
    Bom domingo!

  • Alessandra
    Junho 7, 2009

    Adoro as comidas portuguesas!Tenho parentes em Portugal e fazem coisas deliciosas!Ver o seu blog dá água na boca..que vontade de comer tudo!Bjs Alê

  • Verdinha
    Junho 7, 2009

    Perco me com sopa da pedra… uma refeiçao completa!!

    Esta tem um aspecto difirente das que costumo comer. Muito bom!

  • Na Cozinha da Carina
    Junho 7, 2009

    gostei do seu blog!
    muita coisa diferente por aqui!
    já esá nos meus favoritos!
    abraços
    Carina

  • Alcina
    Junho 7, 2009

    ADOROOO essa sopa e outras desse tipo 🙂
    Essa sopinha comia muitas vezes porque tinha uma amiga de almeirim que trazia de vez em quando, eu nunca fiz porque leva muitas coisas e só para dois!!
    A da tua mãe está com um ar delicioso, já vi a quem sai a filha hehe
    bjinhos

  • ameixa seca
    Junho 7, 2009

    Eu gosto mas muito de longe a longe e não dispenso a orelha de porco 🙂

  • Sabores de Aromas
    Junho 7, 2009

    Olá, Luisinha!
    Mas que sopa! deve uma delicia.
    adoro essa sopa e já não como háaaa tanto tempo,a ultima vez que comi foi em Almeirim.
    E agora abriste-me o apetide para ir um destes dia lá comer uma sopinha dessas 🙂

    bjs

  • gasparzinha
    Junho 7, 2009

    Eu sou uma fã destas sopas!
    A minha mãe faz uma a que lá em casa se chama "Sopa da Terra da Mãe" – eu adoro!!!

    Beijinhos.

  • Soraya
    Junho 7, 2009

    Que delícia. Fiquei com vontade de meter a família no carro e ir matar saudades de uma sopinha destas no "Toucinho". Se calhar num destes feriados vamos até lá.
    Boa semana.

  • Eu Mulher
    Junho 8, 2009

    Minha linda, nunca comi sopa de pedra, mas adoraria provar:)
    Gostei de saber um pouco mais sobre a tão falada sopa de pedra, não sabia da tradição.

    Muitos beijos e uma ótima semana

  • UMA CASA NO NORTE
    Junho 8, 2009

    Só de ler o nome já me faz crescer água na boca! É um dos meus pratos preferidos, e lembro-me tão bem de quando era pequena e a minha avó contava a história da sopa da pedra, enquanto a ía fazendo… ui, ui… que saudades!
    Beijinhos

  • Liana
    Junho 8, 2009

    Morei 9 anos e ainda tenho casa em Benfica do Ribatejo (Almeirim – Santarém).
    Conheço muito bem esta sopa.
    Obrigada por a trazeres para aqui.

    Beijos

  • Isabel Pisoeiro
    Junho 8, 2009

    Com uma sopa dessas não comia mais nada o dia todo!! Está mesmo muito bem recheada!! 😛

  • Sónia
    Junho 9, 2009

    Eu tb gosto muito desta sopinha…e a 1ª vez que a comi foi em Almeirim!!!
    Parabéns está com um belissimo aspecto!!!

  • Doces & Cia
    Junho 9, 2009

    Foi uma coisa que nunca me atrevi a fazer, mas que adoro! Parabéns a tua sopa da pedra está fantástica! BJCS

  • verita
    Dezembro 28, 2009

    Adoro a sopita

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *