Doce de Abóbora com Anis [Erva Doce]

Quarta-feira, Fevereiro 19, 2020

 

É dos meus doces preferidos e todos os anos o faço cá por casa!

Geralmente aproveito as abóboras que usei nas decorações de Outono, que aguentam vários meses impecáveis 😉

Desta vez tinha várias abóboras para usar, já as tinha mostrado por aqui:

 

 

 

Ainda só abri uma, a maior de todas que estava a começar a ficar «tocada».

Depois de uma grande trabalheira a descascar [tem uma casca tão dura!!!!] e a cortar em pedaços, fiquei com uma enorme quantidade de abóbora para usar. Metade dei a amigas, pois realmente não tinha tanto espaço no congelador para a colocar [e ainda tenho mais abóboras que entretanto tenho que descascar e cortar em pedaços…]. Congelei uma parte e usei dois quilos para preparar este doce, que ficou mesmo fantástico!

Esta abóbora era bem clarinha, por isso o doce ficou com uma cor muito leve.

Uso sempre a mesma medida para os doces: o peso da fruta ou legume + metade desse peso em açúcar [ou um pouco menos, dependendo da doçura do fruto ou legume usado]. Depois gosto muito de juntar especiarias doces: erva doce, canela, baunilha são algumas opções e cada uma delas dá um toque diferente 😉

Desta vez optei pela Erva Doce:

 

 

Ingredientes:

| 2 quilos de abóbora cortada em pedaços [limpa de casca e sementes]

| 1 quilo de açúcar

| Erva Doce [usei duas colheres de sopa]

 

Preparação:

Colocam-se todos os ingredientes numa panela grande, usei a panela de pressão.

Cozinha-se até a abóbora ficar desfeita e o doce cremoso.

Ter em atenção que depois de esfriar ganha mais consistência.

No meu caso cozinhou durante duas horas em lume médio, com a panela de pressão tapada mas a deitar apenas um ligeiro vapor.

No final retirei a tampa, aumentei o lume e deixei apurar durante uns 15 minutos em lume mais alto, mexendo para desfazer mais a abóbora e formar aqueles fios característicos do doce.

Pessoalmente não gosto de triturar doce, acho que fica muito empapado e isso não me agrada, mas quem gostar pode usr a varinha mágica e obtém um doce bem cremoso.

 

Para acompanhar com queijo é o máximo!

 

Print Friendly, PDF & Email
2 Responses
  • Anabela Bispo
    Fevereiro 19, 2020

    Também é dos meus doces preferidos, esse e o de tomate 🙂
    Para acompanhar com queijo é mesmo uma delicia.
    beijinho

    • Luísa Alexandra
      Fevereiro 19, 2020

      Também adoro o de tomate, é difícil escolher entre os dois!
      São os meus preferidos 🙂

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *