Abóbora com Feijão Manteiga e Batata • Receita Tradicional

Quinta-feira, Março 12, 2020

Poderá parecer uma receita estranha mas, na zona onde eu moro, é uma receita tradicional bastante apreciada.
Confesso que não sou grande fã, mas considero uma refeição bem reconfortante, ideal para os dias frios de Inverno.

A abóbora utilizada é a abóbora porqueira, uma qualidade mais consistente e que não é doce.
Tradicionalmente serve-se como um caldo, coloca-se num prato fundo sobre broa de milho fatiada finamente, que depois absorve o caldo da abóbora e do feijão.

Cá por Fátima é comum acompanhar-se com bacalhau assado.

Para mim prefiro a versão com ovo estrelado 🙂 🙂 🙂

 

Ingredientes:

| Abóbora Porqueira [ou uma qualidade boa para cozinhar, que não se desfaça com facilidade]

| Azeite
| Cebola
| Alho
| Louro

| Hortelã

| Batata
| Feijão Manteiga cozido [de lata]
| Especiarias a gosto
| Sal

Preparação:
Descasca-se a abóbora, retira-se as pevides e corta-se em cubos pequenos.
Coloca-se numa panela com água temperada com sal, hortelã e uma folha de louro e coze-se até ficar tenra mas sem se desfazer.
Faz-se um refogado bem apurado com o azeite, a cebola, o alho e o louro, deixando alourar bem.
Junta-se a batata cortada em cubos e um pouco de água, a quantidade suficiente para cozinhar a batata.
Adiciona-se depois a abóbora já cozida, o feijão cozido e o molho que vem na lata e tempera-se a gosto com um pouco de pimentão doce e oregãos, sal e pimenta.

Deixa-se apurar o molho durante uns minutos e serve-se bem quente.
Convém que fique uma refeição caldosa, com bastante molho.

Pode servir-se num prato fundo, onde previamente se colocam fatias de broa de milho.
Pessoalmente prefiro sem o caldo.

 

 

Print Friendly, PDF & Email
4 Responses
  • Isabel Lopes
    Março 12, 2020

    Esta receitinha também é típica do concelho de Alvaiázere, de onde é natural a minha família.
    A minha avó materna, que Deus tem, fazia muitas vezes e sim com abóbora porqueira (que eu achava piada pois não percebia o que tinha a ver com os porquinhos).
    Bem haja pelo regresso às minhas memórias!

  • Fátima
    Março 12, 2020

    Bom dia Alexandra,
    Com este post levou-me a viajar até à minha infância, pois este prato era muito apreciado em casa dos meus avós que o faziam várias vezes, mais no inverno, dado que é uma comida algo pesada. Como as minhas origens são duma terra do distrito de Leiria, também lá era um prato típico.
    Obrigada por esta “viagem” que me recorda tempos tão bons!!!
    Beijinho

O que você pensa?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *